4 dicas para garantir mais tranquilidade na viagem pós-pandemia

Escrito por:

A pandemia do novo coronavírus fez o mundo todo parar, e o turismo não seria diferente. A volta das viagens é um momento esperado por muitos.

 

Durante esse período, as fronteiras de muitos países fecharam, os cruzeiros pararam de navegar, os parques e atrações turísticas estão fechados, os resorts e hotéis funcionando com apenas uma parte da ocupação e os meios de transporte como ônibus e aviões reduziram significativamente suas viagens.

 

Dentre muitas dúvidas de como será o cenário pós-pandemia, as viagens aparecem em muitas delas. Como será a rotina de viagens depois da pandemia, como viajar tranquilamente depois desta crise mundial e muitas outras questões ainda surgem na cabeça de quem adora viajar.

 

Quando poderemos voltar a viajar?

 

As viagens da forma como conhecemos só poderão ser feitas com segurança após indicações de órgãos internacionais e nacionais de saúde, como o Ministério de Saúde e a OMS (Organização Mundial de Saúde).

 

A diminuição de casos ao redor do mundo, além do fim da quarentena e reabertura das atrações turísticas são fatores que poderão fazer as pessoas se sentirem seguras para viajar novamente. 

 

Enquanto nada disso acontece, nossa maneira de viajar será diferente. Até que surja uma vacina eficiente contra o coronavírus, vamos ter que nos manter em distanciamento social, mesmo nas viagens. 

 

Dicas para garantir uma viagem segura após a pandemia

 

Viajar é sempre bom e após a quarentena, muitos brasileiros vão querer voltar a prática. Mas, para garantir a segurança, é importante considerar alguns pontos. Veja!

 

 

1 – Prefira viagens de curta distância

 

 

Como não sabemos como será o cenário do turismo após a pandemia, o ideal será apostar em viagens curtas, para locais acessíveis para visitar de carro, por exemplo. Assim, você não divide o transporte com outras pessoas fora de sua família, evitando o contato.

 

Além disso, você economiza mais com o trajeto e contribui com o turismo na sua região, contribuindo, inclusive, com a renda dos moradores locais.

 

 

2 – Escolha destinos nacionais

 

 

Muitas fronteiras dos países foram fechadas, e alguns países como os Estados Unidos não estão aceitando a entrada de brasileiros, seja para turismo ou não. Outro risco que corremos ao viajar internacionalmente durante a pandemia é, caso surja uma nova onda de contágio, os países fecharão as fronteiras e você ficará sem poder voltar ao seu país.

 

Por isso, escolha destinos nacionais e, de preferência, escolha destinos com atrações ao ar livre. Se sua ideia era visitar igrejas e museus, deixe isso para outro momento para evitar a aglomeração social.

 

Escolha destinos com praias, fugindo das praias mais famosas para evitar aglomerações, ou destinos que contenham parques estaduais ou nacionais.

 

Ao optar por destinos menos famosos, você pode se surpreender com algumas belezas e atrações poucas divulgadas. Além disso, pode ajudar muito os comerciantes locais. Ao final, perceberá que investiu menos do que imaginava e voltou da viagem cheio de boas lembranças.

 

 

3 – Contrate um seguro viagem

 

 

Além de te ajudar em problemas leves como voos cancelados e bagagens extraviadas, o seguro viagem te deixa preparado para qualquer emergência de saúde. Nos primeiros casos de coronavírus, por mais que os seguros não sejam obrigados a cobrir gastos de epidemias ou pandemias, as seguradoras optaram por arcar com os custos que envolviam o contágio dos turistas assegurados.

 

Com o seguro viagem você acaba economizando em despesas médicas caso haja algum acidente, mal estar ou doença enquanto estiver viajando. A economia também surge quando há voos perdidos ou cancelados, em que o seguro vai te providenciar hospedagem até o horário do próximo voo, caso a companhia não forneça.

 

 

4 – Repense as hospedagens

 

 

Quem gostava de se hospedar em hostels, principalmente para economizar, infelizmente terá que repensar o modo de se hospedar. Por conta do isolamento social, as melhores formas de hospedagem serão os quartos individuais em hotéis e resorts. 

 

Quem preferir, pode alugar algum apartamento ou casa no Airbnb, pois terá o local exclusivo, sem necessidade de dividir espaço com outras pessoas. 

 

Os campings também podem ser uma boa pedida para a hospedagem, assim como também um charmoso chalé no alto das montanhas. Você terá a sua barraca exclusiva, reduzindo o contato social, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde sobre o distanciamento social.

 

Existem muitos locais seguros para você se hospedar com a sua família ou amigos. E, ao optar por algumas das nossas sugestões, vocês terão uma nova experiência.

 

Então, se sente mais preparado para viajar após a quarentena? 

 

Por: Andreia Silveira, editora no site Smartia.com.br.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

O que fazer para sair do endividamento?
Por Equipe Organizze
CFD: o que é e como utilizar nas finanças pessoais?
Por Equipe Organizze
Independência Financeira: saiba o que você precisa fazer para alcançar
Por Equipe Organizze
3 dicas fantásticas para sair financeiramente mais forte da pandemia
Por Tiago Trespach Marques
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).