4 formas infalíveis de acabar com as compras por impulso

Escrito por:

Segundo o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, os compradores compulsivos já representam 3% da população brasileira. O hábito de comprar por impulso pode virar uma compulsão, virando um problema bem maior na vida do comprador.

 

Essa compulsão por compras tem um nome e já é considerada doença, a oniomania. A psicóloga Marisa de Abreu Alves fala ao Dinheirama, que o limite entre o comportamento “normal” e a compulsão é “perceber se há prejuízo em alguma área da vida, seja ela financeira, pessoal ou social”.

 

A especialista considera ato compulsivo quando: o pensamento aparece na mente de forma intrusiva; a pessoa tenta neutralizar o pensamento mas não consegue; o ato compulsivo causa sofrimento e arrependimento.

 

Segundo uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 33,2% das compras feitas por impulso e sem planejamento acontecem no supermercado, seguidas das compras de roupas (19,2%) e de eletrônicos (13,2%). O índice é maior entre as mulheres (46,4%), as pessoas mais jovens (51,2%) e os pertencentes às classes C, D e E (44,6%).

 

Confira 4 formas infalíveis de acabar com as compras por impulso:

 

1 – Pesquise e compare preços. Nunca compre na primeira loja. Além disso, cuidado com descontos milagrosos. Pesquise e compare valores em outros estabelecimentos para saber se está fazendo um bom negócio ao comprar um produto em uma liquidação;

 

2 – Adie a compra. Quando você gostar muito de algum produto espere para comprá-lo no dia seguinte. Nesse espaço de tempo é possível avaliar se você realmente precisa do item ou se é apenas um desejo passageiro;

 

3 – Faça listas. Liste os itens necessários antes de ir ao supermercado e só compre o que estiver anotado;

 

4 – Priorize sonhos. Coloque no papel suas metas pessoais, profissionais e financeiras. É muito mais fácil economizar quando temos metas bem claras, pois elas servem de bússola para nossas atitudes e decisões financeiras.

 

Clique o botão abaixo para ler o artigo completo.

 

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Dicas para economizar dinheiro com serviços no dia a dia
Por Equipe Organizze
Saiba quais são as taxas que os bancos não podem cobrar
Por Equipe Organizze
6 pequenos hábitos diários que podem te ajudar a economizar muito
Por Luana Biral
Ainda vale a pena contribuir com o INSS?
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).