4 hábitos para evitar gastos desnecessários

Escrito por:

É muito fácil ter gastos desnecessários em meio à tanta propaganda persuasiva. Por isso, é necessário saber separar o que realmente precisamos adquirir.

 

É comum que as empresas invistam nesse tipo de marketing para alcançar possíveis clientes, mas as pessoas precisam saber se educar para identificar quais suas reais necessidades de consumo.

 

Muitos fatores podem fazer com que um indivíduo acumule despesas inadequadas, como:

 

→ Fazer uma compra sem planejamento;

→ Juros do cartão de crédito;

→ Altas taxas bancárias;

→ Não realizar um orçamento mensal.

 

Por isso, se você deseja saber como economizar para evitar gastos extras, acompanhe a leitura desse artigo.

 

Dicas para reduzir gastos desnecessários

 

Evitar gastos extras não é difícil quando você faz uma reeducação. Isso pode ter início na infância, onde o costume de ensinar crianças a lidar com dinheiro pode evitar costumes que atrapalham a vida financeira na vida adulta.

 

Por isso, é necessário reeducar nosso comportamento. Para tanto, vale a pena conferir algumas dicas em relação ao nosso consumo rotineiro.

 

1 – Evitar liquidações

 

Liquidações são eventos promovidos pelos estabelecimentos comerciais para atrair clientes quando precisam vender produtos que estão acumulados no estoque na loja.

 

De um modo geral, isso acontece quando há lançamentos – para vender as peças anteriores -, ou quando estão chegando produtos novos na loja, mas ainda tem bastante mercadoria que não foi vendida.  

 

São oportunidades muito atraentes, afinal, oferecem descontos para os clientes. No entanto, é importante avaliar se tal produto é necessário naquele momento.

 

Mesmo que o valor pago seja abaixo do preço anunciado normalmente, esse será um gasto desnecessário se a pessoa não precisa dessa mercadoria. O dinheiro poderá ser investido em algo realmente útil.

 

2 – Evitar compras parceladas

 

A necessidade de um produto pode fazer o consumidor parcelar a compra. Nem sempre teremos o valor total no momento para a compra de um controle de acesso digital, mas é muito importante evitar pagamento a prazo.

 

Afinal, além de ter seu orçamento comprometido no período em que estará quitando as parcelas, muitas vezes a operadora do cartão ou o próprio crediário da loja cobram juros como garantia de pagamento.

 

Isso deve ser evitado porque, assim, o consumidor compromete um dinheiro que ainda sequer está na sua conta. O melhor jeito de prevenir essa situação é economizar e comprar à vista.

 

A maioria das aquisições a vista são mais baratas por esse motivo: não possuem taxas de juros.

 

3 – Fazer listas de compras

 

Listar as compras a serem feitas são fundamentais, não apenas para ir ao mercado, mas também durante a organização das despesas da casa.

 

Isso ajuda muito a focar no que é realmente essencial quando for às compras.

 

Além do mais, é uma maneira de não comprar apenas o que estava barato e esquecer de itens que faltavam na lista de materiais da escola particular integral, por exemplo.

 

4 – Comprar produtos pela marca

 

Produtos de marca podem ser mais caros, mas duram mais e tem garantias de fábrica, te auxiliando a não gastar mais futuramente. Existe a falsa sensação de que oferecem um gasto maior. Porém, esse custo alto é apenas o investimento inicial.

 

Você pode até mesmo utilizar rótulos adesivos personalizados para identificar quando o produto foi comprado e ficar de olho na garantia.

 

A longo prazo, o valor gasto em produtos de marcas melhores vale a pena e certamente trará retorno para o consumidor.

 

Organização pessoal é fundamental

 

Além dos hábitos cotidianos, algumas outras medidas também podem ajudar a reduzir gastos desnecessários.

 

Para além das dicas que abordamos acima, você também pode utilizar um app de organização financeira para gerenciar o que será gasto com as despesas básicas do lar, como contas de água, luz, internet, entre outros, para ter um maior controle do que sobrará no final do mês.

 

Assim, você poderá administrar melhor seu dinheiro e separar o que pode ser gasto em outras situações, como por exemplo, organizar uma festa.

 

Você pode optar por comprar petiscos no estilo finger food em casa, que são alimentos mais econômicos e descartam o uso de pratos e talheres, também evitando gastar com esses itens.

 

Por fim, é importante ressaltar que, além de todos os cuidados com os gastos, é essencial ter uma organização pessoal muito cuidadosa. Dessa forma, é possível seguir todos os outros passos e manter a vida financeira segura.

 

Em resumo, tabelas, check-lists, listas e análises de gastos, são fundamentais para não perder o controle e manter o orçamento em dia.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 lições financeiras que a pandemia ensina
Por Equipe Organizze
Como cuidar das finanças e adaptar para sua realidade
Por Tiago Trespach Marques
O que fazer para sair do endividamento?
Por Equipe Organizze
CFD: o que é e como utilizar nas finanças pessoais?
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).