4 Razões para você desenvolver a sua inteligência financeira e controlar sua grana com eficiência

Escrito por:

Trago hoje 4 razões para você desenvolver sua inteligência financeira. Acredito que esse é um tema muito importante e que leva a mudança de hábitos, comportamento e pensamentos.

 

Quanto antes começar a sua trajetória, melhor. Quanto mais acreditar nisso e se dedicar, maiores serão as chances de você ter a vida que desejar.

 

#1 – Independência

 

Para você, o que seria melhor do que não depender de ninguém para pagar as contas do mês, viajar ou trabalhar com o que realmente gosta? Como seria ser independente, principalmente, na terceira idade, que é exatamente quando precisamos de mais recursos financeiros? Com a sua inteligência financeira bem desenvolvida, a independência virá automaticamente.

 

Um dos pontos que gera muita discussão quando falamos de terceira idade é a Previdência Social (INSS). A forma como o INSS remunera o aposentado é cruel, você irá contribuir durante toda a sua vida produtiva e quando mais precisar irá receber menos, é assim que tem acontecido.

 

Independente de quem esteja no governo ou real necessidade de reformas. O melhor que você pode fazer agora, é aumentar seus recursos financeiros para a aposentadoria, fora do INSS. Dessa maneira, não irá depender dos outros para ter uma aposentadoria digna.

 

Contribua sempre com o mínimo obrigatório para o INSS e com o máximo possível em seus investimentos.

 

#2 – Aprender a investir

 

Antes de começar a investir, é importante saber exatamente o que isso significa e saber qual é o seu objetivo. Assim, saberá o que será preciso aprender e o que será proibido fazer.

 

De forma bem resumida, investir é emprestar seu dinheiro hoje a alguém e recuperar em uma data futura uma quantia maior. Ao investir, você também pode comprar algo barato hoje para vender no futuro por um preço maior.

 

Um erro muito comum é achar que poupança é um bom investimento, quando é na verdade, uma das piores coisas a se fazer. Veja, a poupança é um instrumento do governo para captar recursos e investir no setor de habitação. Somando isso a baixíssima remuneração ao capital investido, fica muito barato para o governo pagar ao investidor para usar os recursos da poupança. Poupança é bom para quem movimenta o setor imobiliário e péssimo para você. Isso, sem levar em conta que nos últimos anos, a rentabilidade da poupança foi menor que a inflação.

 

Aprender a investir é essencial para poder identificar boas oportunidades e fazer com que o seu dinheiro cresça cada vez mais.

 

#3 – Entender o que o dinheiro significa para você

 

O que vem a sua mente quando o assunto é dinheiro? Pagar contas, dívidas, comprar um carro novo, ter o novo lançamento de um telefone, ter roupas de marcas, viajar muito? São incontáveis as coisas que você pode fazer com dinheiro, concorda?

 

Mais importante que o dinheiro é o que ele pode proporcionar a você. Poucos gostam do dinheiro como ele é, das notas e moedas e esse poucos que gostam, provavelmente, são colecionadores.

 

Perceba que as alternativas que citei estão relacionadas a ter ou fazer. Procure se questionar quanto ao ser. Quem você seria se tivesse muito dinheiro? Apenas uma pessoa rica ou alguém que poderia ajudar mais ao próximo? Uma pessoa que compraria mais ou alguém que seria livre para escolher o seu estilo de vida?

 

Apesar do dinheiro proporcionar coisas materiais, o real poder dele é intensificar quem você realmente é.

 

Se você é consumista, com mais dinheiro irá consumir mais.

 

Se você é arrogante, com mais dinheiro será mais arrogante.

 

Se você gosta de doar, com mais dinheiro poderá doar mais.

 

Se você gosta de ajudar, com mais dinheiro poderá ajudar mais.

 

Entender o real significado do dinheiro para você faz parte do desenvolvimento da sua inteligência financeira.

 

#4 – Ganhos além do dinheiro

 

Talvez, essa razão seja um dos pilares da inteligência financeira. Pelos menos para mim é!

 

Para que você pouparia o seu dinheiro hoje? Seja ter mais, fazer mais ou ser mais… os maiores ganhos são os “não financeiros”. Eles são desenvolvidos juntamente com a inteligência financeira e pode ser usado em qualquer área da vida. Você também pode chamar esses ganhos de ingredientes.

 

Esses ingredientes estão relacionados ao desenvolvimento pessoal. Alguns deles são: planejamento, disciplina e foco.

 

Planejamento é muito importante para descobrir o seu objetivo e as alternativas que você tem para saber como e quando chegar lá!

 

Além disso, será necessário muita disciplina para investir constantemente, para não extrapolar o orçamento do mês e ter o estilo de vida que você pode bancar.

 

O foco é essencial para manter a estratégia de desenvolvimento financeiro. Também é muito importante para saber identificar quando estiver saindo da rota e saber voltar.

 

Por essas razões, quanto mais você desenvolver sua inteligência financeira, mais fácil será modelar a vida que você deseja!

 

Começe hoje!

 

Rafael Dadoorian.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Vale a pena trocar a festa de casamento por uma viagem?
Por Wedy.com
Como viajar sem extrapolar o orçamento da família?
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
3 dicas do futebol para aplicar na sua carreira
Por Equipe Organizze
Como funciona o cheque especial e porque você deve evitar esse recurso?
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).