5 formas de economizar com material de construção em obras

Escrito por: - Publicado em: 21/09/2021

Todos sabem que vivemos em tempos mais complicados – por conta de dificuldades nacionais e internacionais. Infelizmente, isso faz parte. 

 

E no meio disso tudo, precisamos continuar a vida. Isso quer dizer que não devemos desistir dos nossos planos, mas apenas nos adequar a realidade. A ideia é refazer os planos, consciente das limitações e olhando para as possibilidades. Afinal, como economizar com material de construção?

 

Confira nossas dicas de como economizar na compra de material de construção. Vamos te provar, ao final, que ainda vale a pena investir em construções e reformas de residências.

 

#1 Planejamento arquitetônico

 

Para se obter sucesso em qualquer empreitada é necessário se fazer antes um bom planejamento detalhado. Achamos isso lógico se vamos fazer uma viagem ao exterior, se queremos ter um novo filho ou se queremos passar no vestibular. 

 

Mesmo assim, algumas pessoas pensam que construir ou reformar uma casa pode ser levado como uma ação de impulso, com etapas resolvidas vez-a-vez, sem ser possível antecipar as surpresas. 

 

Bem, isso é o tipo de coisa que só acontece com aqueles que, primeiro, contratam profissionais pouco qualificados e, segundo, não realizam o planejamento da obra. 

 

O trabalho do arquiteto é justamente conversar com o cliente e traduzir as ideias em um plano possível. E dentro do pacote de serviços desse profissional está incluído a amostragem de como serão as estruturas e o que será preciso de material e mão-de-obra para a execução.

 

Tendo esse quantitativo em mãos, você já pode se preparar para o que vem pela frente. “Será que terei dinheiro para executar esse projeto até o fim?” 

 

Bem, sabendo de tudo previamente, você consegue fazer um levantamento de mercado, conferindo o que há de disponível no mercado e fazendo comparação entre concorrências. Se no final as contas não baterem, simples, basta dar um passo atrás e pedir para o projetista refazer os planos.

 

 

#2 Planejamento das etapas da obra

 

Depois que você pesquisar os materiais, será preciso conversar com os profissionais que vão executar para esclarecer os procedimentos. Economia de material está muito atrelado a estas questões. 

 

Porque processos e prazos não respeitados podem levar a quebra de peças, comprometimento de massas e a necessidade da repetição de vários procedimentos.

 

Errar em procedimentos pode levar a perda de materiais, um custo que sairá do seu bolso. E se houver um plano de reaproveitamento de itens existentes ou das sobras, será bastante vantajoso no final – inclusive para o meio ambiente. 

 

Já quanto ao tempo, olha como conta: se os operários demoram a construir as fôrmas e fazer as amarraduras dos metais, no dia seguinte pode ser impossível concretar os elementos e essa massa vai fora. Esse é o tipo de coisa que comumente acontece em obras não bem planejadas. Portanto, atenção.

 

 

#3 Acompanhamento de canteiro

 

“O que o projeto arquitetônico não prevê?” Bem, ele não prevê os erros humanos, como citamos antes. Mas também não consegue antecipar dados de mudanças climáticas repentinas ou mesmo possíveis surpresas escondidas debaixo de camadas de solos e paredes. Portanto, dentro do seu orçamento, deve-se deixar uma reserva para essas surpresas.

 

“Por que isso é tão importante? Mas, se eu der sorte e não acontecer nada? Poderia ter destinado esse dinheiro para compra de aparelhos, louças e mais coisas melhores para casa.” Sim, é claro. 

 

Contudo, se surgir uma infiltração, uma necessidade de estaqueamento de fundação mais profunda, a ampliação de um quadro de luz e mais? Você gostaria de poupar em coisas desse tipo? Então, a economia também tem a ver com priorizar. 

 

 

#4 Compra consciente e criatividade

 

Economia para o planeta também irá, uma hora, refletir no seu bolso, sabia disso? Imagine assim, e se você só adquirir madeiras de áreas de reflorestamento ou usar madeiras de demolição para criar decorações para a sua casa. 

 

Quer dizer que tem preocupação com o impacto que suas ações têm sobre o meio ambiente. E preservar o meio ambiente é o único jeito de garantir que continuaremos a viver por mais tempo e com conforto.

 

 

#5 Uso racional dos materiais

 

Outra coisa que ajuda o meio ambiente é fazer uso racional dos materiais. Isso pode exigir de você certo conhecimento e estudo aprofundado. Eis o que está incluso nessa ideia:

 

→ Fazer gestão de obra;

→ Usar equipamentos eficientes e econômicos, que poupem energia elétrica;

→ Usar a própria água captada da chuva para a realização de algumas ações dentro do canteiro – pelo menos para a limpeza da área;

→ Novamente, usar materiais com certificação e processos construtivos ecologicamente adequados;

→ Priorizar por produtos e fornecedores da sua região – o que pode também economizar com frete;

→ Priorizar por execuções rápidas e limpas;

→ Investimento em sistemas com economia a longo prazo, como placas solares; 

→ Investimento em tecnologias mais avançadas que levem a facilitar todas as tentativas de economia antes citadas.

 

 

Viu como pode ser fácil gastar menos em sua reforma? Aproveite essas dicas e mãos à obra! 

 

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Black Friday: como economizar com compras para casa?
Por Viva Decora
Economizando em casa: cortinas comuns ou persianas, qual o mais barato e funcional?
Por Viva Decora
Objetos de decoração: 6 itens baratos para compor ambientes
Por Equipe Organizze
Revestimentos cozinha: 7 opções baratos e em alta para 2021
Por Viva Decora
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).