6 dicas para alcançar as metas durante a quarentena

Escrito por:

Estamos chegando na metade do ano, e neste momento acabamos olhando para trás e pensando em todas as promessas que fizemos no início do ano e se conseguimos cumprir alguma delas até agora. Muitos vão atribuir o fato de não ter atingido as metas em função da pandemia e da quarentena, e o fazem com razão, pois isso não era algo que sabíamos no início do ano. E se esse for o seu caso, lhe convido a rever as suas metas e analisar o que é possível fazer até o final de 2020.

 

Em se tratando de metas financeiras, muitas coisas mudaram, principalmente para quem perdeu a sua principal fonte de renda nos últimos meses. No meu último artigo elenquei três dicas para quem se encontra nessa situação, e estas dicas também podem te ajudar a criar novas metas.

 

Porém, em um momento turbulento como estes, muitas metas, e principalmente as financeiras, acabam sendo difíceis de serem alcançadas. Principalmente pelo risco de entrarmos em um círculo vicioso de estresse e medo, que por sua vez é compensado e aliviado pela auto recompensa através de compras, comidas e guloseimas por delivery, confortos caros, entre outros.

 

Sendo assim, podemos concluir que um fator super importante para a saúde financeira é ter uma mente saudável, que não nos impulsione para gastos supérfluos, mas que nos leve a economia saudável. E uma mente saudável dificilmente será plena sem um corpo saudável, o que nos leva ao antigo ditado grego “mente sã, corpo são”.

 

Pensando nisso quero deixar 6 dicas que tenho usado durante a quarentena e estão me ajudado a manter a minha mente e corpo sãos, como também a atingir as metas:

 

1 – Programe o seu dia

 

Antes da quarentena tínhamos a rotina bem estruturada, sempre tínhamos uma ideia do que iriamos fazer em cada dia, que normalmente compreendia em trabalhar, ir na academia, ir a faculdade, sair com os amigos no final de semana, etc. Porém, durante a quarentena não podemos fazer boa parte destas atividades, o que nos deixa muitas vezes perdidos sobre o que fazer.

 

Por isso é importante que voltemos a definir o que faremos em cada dia, e nos organizar quanto a isso. Gosto de programar o que farei durante a semana no domingo, ou seja, paro um momento deste dia e penso em todas as coisas que preciso fazer durante a semana.

 

Para me ajudar nesta organização utilizo dois aplicativos gratuitos e super conhecidos: o primeiro é o Todoist, nele você conseguirá programar facilmente a sua semana, de forma que não será necessário ficar tentando lembrar o que você precisa fazer em cada dia, basta olhar o app logo de manhã, e assim que você fizer a atividade é só marcar como feito e a anotação desaparece. O segundo app é o Trello, este te ajudará mais nas metas de médio e longo prazo, nele, por exemplo, você pode listar todas as coisas que quer fazer esse ano, e em que ordem quer fazer.

 

2 – Faça exercícios

 

Segundo os médicos e especialistas a prática de exercícios não melhora apenas sua condição física, mas principalmente fortalece o seu sistema imunológico, reduz o estresse e ajuda a combater a ansiedade e depressão. Por isso a prática de atividade física é essencial neste momento de dificuldade, pois além de melhorar a saúde nos ajuda a pensar de forma mais clara e tomar decisões mais conscientes.

 

Sei que muitas pessoas não têm o melhor ambiente e nem os equipamentos necessários à prática de exercícios em casa da mesma forma como fazíamos na academia, eu também não tenho. Mas precisamos nos adaptar as circunstâncias, por exemplo: se você não tem alteres, use as embalagens de produtos de limpeza como pesos, e se você tem dificuldade para saber quais exercícios fazer procure por aplicativos, ou até profissionais da área que estão dando aulas gratuitas pela internet.

 

Com certeza um tempo para se exercitar não pode ficar de fora das atividades que você gostaria de fazer durante a semana. O tempo investido nisto lhe trará muitos benefícios.

 

3 – Tenha uma alimentação saudável

 

Ficar em casa e perto da cozinha muitas vezes gera uma tentação irresistível, e a disciplina que se tinha com a alimentação quando estava trabalhando fora de casa ficou para trás. E isto é um problema que todos estão passando, e não apenas você. Por isso gostaria de expor uma nova perspectiva.

 

Se você, como eu, estava acostumado a fazer as refeições em restaurantes, e que muitas vezes o empecilho de fazer dieta era em função de não constar no cardápio aquele prato que a nutricionista tinha indicado, ou em fazer as 6 refeições indicadas na dieta com vergonha do que os colegas iriam falar, bom agora tudo isso é possível.

 

Por isso penso que é um dos melhores momentos para colocar aquela dieta que está na gaveta em prática. Já que podemos fazer comida e comer a “hora que quisermos” com os ingredientes que selecionamos. Tenho praticado isso e tem gerado bons resultados, não deixe de experimentar.

 

4 – Converse com as pessoas

 

Muitas pessoas moram sozinhas, ou então com familiares e/ou amigos com quem os relacionamentos estão desgastados. Este tipo de situação acaba gerando um isolamento e uma sensação de solidão que agrava ainda mais o estresse e ansiedade.

 

Por isso não deixe de ter contato com as pessoas que você gosta, se preciso separe um tempo na sua semana para fazer isso. Com certeza, conversar com os amigos mais próximos vai melhorar o seu humor. E se amizade não for o seu forte, procure por grupos de pessoas nas redes sociais que tenham interesses semelhantes aos seus, é possível que você encontre uma comunidade com quem poderá, falar sobre aquilo que gosta e se distrair um pouco.

 

E claro, se possível, não feche as portas de um relacionamento, tente fazer as pazes e conversar com os familiares e/ou amigos que já moram com você. Isso facilitará o seu dia a dia e tornara o ambiente mais leve.

 

5 – Tenha momentos de prazer

 

Todo esse planejamento normalmente me leva a esquecer de separar momentos para descansar e estar com quem eu amo. É uma dica que complementa a anterior, mas aqui o foco não está nos relacionamentos, mas também nas coisas que te agradam.

 

Se você vive em uma casa cheia, procure tirar um tempo só para você meditar e pensar sobre a sua vida, ou então fazer algo que você gosta. Essa é outra atividade que vai melhorar o seu humor e aliviar o estresse.

 

6 – Afaste-se do que lhe faz mal

 

Muitas vezes alimentamos certas práticas que, apesar de nos fazerem mal, acreditamos que somos obrigados a praticá-las. Um bom exemplo disso é o acompanhamento das notícias em geral.

 

Quando mais novo fui ensinado que para ser uma pessoa bem informada eu precisava assistir o noticiário e ler o jornal, e assim eu fiz por boa parte da minha adolescência e juventude. Porém, com o passar do tempo, percebi que muitas das notícias me faziam mal, principalmente por boa parte delas destacarem o lado ruim do ser humano. E o que mais me deixava chateado é que a maioria dos fatos que tomava conhecimento eu não podia fazer nada a respeito, o que me gerava um sentimento de impotência.

 

Por isso, quando eu decidi sair de casa, resolvi que não acompanharia as notícias com tanta frequência. Com isso o noticiário deixou de ser algo obrigatório para algo opcional, e 10 anos após esta decisão percebo que isto não tem me feito falta e que sempre fico sabendo, de uma forma ou de outra, das notícias mais importantes.

 

Esta prática me tornou uma pessoa mais tranquila e menos estressada, sem contar que cada vez mais tenho facilidade de enxergar o lado bom da vida.

 

Por isso é importante sempre revermos as atividades que executamos durante o nosso dia, e começar a perceber o que nos faz mal e o que nos faz bem, e obviamente tentar deixar de fazer aquilo que não nos agrada para fazer mais coisas que gostamos.

 

Espero que estas dicas lhe ajude a cumprir as metas deste ano.

 

Forte abraço e até mês que vem.

 

*Luiz Roberto é um administrador apaixonado por finanças que desde 2014 expõe suas ideias através do blog Dificuldade Financeira. O projeto cresceu e em 2016 iniciou sua carreira como instrutor na Udemy.com publicando cursos sobre finanças pessoais.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 lições financeiras que a pandemia ensina
Por Equipe Organizze
Como cuidar das finanças e adaptar para sua realidade
Por Tiago Trespach Marques
4 hábitos para evitar gastos desnecessários
Por Equipe Organizze
O que fazer para sair do endividamento?
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).