6 dicas para planejar os gastos com os filhos

Escrito por:

Organizar o orçamento da família é uma tarefa que exige empenho e envolvimento. Você trabalha para oferecer qualidade de vida a ela e, para conseguir, precisa também planejar os gastos com os filhos.

 

Dessa forma, você terá condições de economizar ao definir como vai gastar o dinheiro no mês. Com as despesas de seus filhos planejadas, fica mais fácil oferecer o melhor à sua família sem comprometer o orçamento.

 

Os gastos com os filhos tomam boa parte das despesas da família. Você tem que administrar o dia a dia da escola, os momentos de lazer, a alimentação saudável, sem contar os pequenos desejos das crianças.

 

Para ajudar na tarefa de ter um orçamento adequado às suas necessidades, preparamos estas 6 dicas para planejar os gastos com os filhos. Vamos conhecê-las?

 

1 – Organize a vida escolar dos seus filhos

 

Boa parte do orçamento familiar é consumida pela escola. Essa é uma despesa necessária e demanda uma boa dose de planejamento para não extrapolar os gastos. Fique atento(a) à lista de material escolar solicitado. Analise bem o que foi pedido e veja qual a necessidade de comprar tudo imediatamente.

 

Leia mais: 8 dicas para economizar na compra do material escolar

 

Outra dica é comprar material básico, como canetas, lápis, blocos e cadernos, em quantidade. Assim, você paga menos por unidade e tem uma boa reserva, que pode ser utilizada por todos os filhos e ainda sobrar para o ano seguinte.

 

Para economizar, prefira pagamentos adiantados e à vista. Para isso, faça uma média de quanto gastou nos anos anteriores para que tenha uma ideia do valor a ser separado.

 

Em relação aos livros, veja se a escola promove alguma feira de compra e venda de didáticos usados. É uma boa maneira de reduzir os gastos. Vale pesquisar em sebos e em grupos online de pais de alunos.

 

No transporte para a escola, converse com pais para organizar um revezamento entre vocês. Coloque o gasto do combustível na sua planilha, para você saber quanto precisará ao longo do ano.

 

2 – Regule a alimentação fora

 

Comer fora é sempre uma diversão. As crianças gostam e os pais entram na onda, pois é um momento de relaxamento e participação.

 

O problema é transformar esse momento em rotina. Além de prejudicar a saúde, vai comprometer as finanças. Nos restaurantes e lanchonetes, os pratos para crianças são mais baratos, mas mesmo assim representam um custo alto.

 

Programe as saídas para que não haja surpresa no fim do mês. Com o orçamento em mãos, veja quantas vezes vocês podem sair para comer fora. Combine com seus filhos o lugar, veja o cardápio na internet. Assim, o momento aguardado ganha em valor.

 

3 – Programe a diversão

 

O que fazer nos fins de semana e nas férias sem se desesperar com os gastos e o buraco no orçamento? Aqui, é preciso uma boa dose de diálogo e imaginação. Por exemplo, ir ao shopping pode parecer uma boa solução, mas é um perigo para o bolso. As tentações são inúmeras e você não está lá para fazer compras, certo?

 

Há facilidades, como estacionamento, segurança e oferta de lazer e alimentação em um só lugar, o que também deve ser levado em conta. Então, converse com seus filhos caso não surja opção. Deixe claro que vocês vão ao shopping para se divertir e não para comprar brinquedos.

 

Já as férias costumam apresentar mais problemas. As viagens devem ser planejadas com antecedência. Como as crianças em idade escolar tiram férias sempre na alta temporada, a saída é fazer as contas e antecipar as compras de pacotes. Dessa forma, você consegue parcelar ou conseguir preços melhores à vista.

 

Se for ficar em casa nas férias, tome cuidado com os gastos pequenos, que enganam. Por exemplo, se você fizer um lanche especial todos os dias, quanto gastará no fim do mês? A surpresa não será boa. Seja criativa(o)! Aproveite as dicas de passeios gratuitos.

 

Como alternativa, vale ficar de olho nas atrações gratuitas da sua cidade. Passeios em parques, museus e lugares históricos são sempre uma boa pedida. Uma pipoca e um suco completam o cardápio a preços justos.

 

 4 – Planeje as compras no supermercado

 

Algumas dicas básicas: não faça compras com fome, leve sempre uma lista e veja os dias de promoção dos supermercados — é uma vantagem para compras em volume.

 

Essas premissas ajudam a evitar supérfluos e compras por impulso, custos que, em família, podem abrir um buraco no orçamento.

 

Seus filhos são “pidões”? Então, pondere se não vale a pena ir sem eles ao supermercado. Ou então converse com eles e deixe claro o que vocês vão comprar. Abra uma exceção, para não ser totalmente proibitiva, mas planeje esse gasto.

 

Envolva-os na compra consciente antes de sair. Fale do que vai comprar, do que eles gostariam e do que é possível trazer.

 

5 – Aprenda a fazer escolhas para planejar os gastos com os filhos

 

Os pais querem sempre o melhor para seus filhos e, às vezes, até extrapolam o orçamento para fazer as vontades deles. Para planejar os gastos com os filhos e não comprometer as contas da casa, você precisa aprender a fazer escolhas e ter autocontrole.

 

Comprar tudo o que eles pedem e satisfazer todas as vontades não faz bem para o bolso e nem para o desenvolvimento da criança. Elas também precisam saber lidar com escolhas e frustrações. Faz parte do crescimento saudável.

 

Seu filho quer ir a um passeio no fim de semana e ao mesmo tempo quer uma mochila nova? Ele tem de escolher o que prefere. Pensar no que pode ser adiado e lidar com essa decisão.

 

Vocês planejam uma viagem e, para conseguir pagá-la, vão ter de cortar passeios ao shopping e idas à lanchonete? Coloque em votação, converse com a família como resolver esse dilema.

 

6 – Aproveite o tempo em casa

 

Seja nas férias, seja em um fim de semana, o tempo em casa pode ser uma diversão saudável e econômica para você. Uma ida ao cinema, por exemplo, envolve ingressos, pipoca, refrigerante, doces, lanches e estacionamento.

 

Ficar em casa para promover uma sessão de filme com amigos pode representar uma boa economia. É um valor a ser considerado.

 

Faça uma programação mensal e atice a curiosidade das crianças com provocações sobre o filme e os lanches. Elas vão desejar que o dia chegue logo para aproveitar ao máximo.

 

Coloque esses gastos nas suas contas. Projete ao longo do ano, assim você terá condições de planejar a vida financeira da família com precisão.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Dicas para conseguir taxas de juros de empréstimo menores
Por Equipe Organizze
Padrão de vida: você vive de acordo com a sua realidade?
Por Equipe Organizze
5 lições que podemos aprender com tempos de crise
Por Meu Patrimônio
5 dicas para juntar dinheiro para casar
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).