7 dicas para não extrapolar nas compras de Natal

Escrito por:

Planejar as compras de final de ano talvez seja uma das coisas mais difíceis que os consumidores enfrentam. As ofertas de Natal são tentadoras e o clima festivo da época induz a comprar presentes para todos os familiares e amigos.

 

Além disso, há o ‘amigo oculto’ (também chamado de ‘secreto’ ou ‘invisível’) do trabalho, da turma do curso de línguas, a lembrancinha para os clientes e funcionários… No final das contas, você começa o ano endividado, principalmente quando é surpreendido, em janeiro, com diversos impostos (IPVA, IPTU e outros), além de parcelas no cartão e outras despesas.

 

Como fazer então para planejar o orçamento para essa época do ano e não sobrecarregar seu bolso? Planejar estrategicamente sua vida financeira é o primeiro passo. Para ajudar nessa tarefa, listamos algumas dicas essenciais:

 

1 – Escolha criteriosamente quem deve receber presentes

 

Por mais que você queira presentear todos os conhecidos nessa época, isso nem sempre é possível. E a maioria das pessoas compreende perfeitamente! Assim, é essencial que você escolha aquelas pessoas que merecem realmente um agrado, bem como aquelas que podem ser cortadas da lista. Assim, reflita sobre quem é mais próximo de você e de sua família, e escolha presentear as pessoas com quem tem maior convívio.

 

2 – Faça um orçamento de quanto pretende gastar

 

Qualquer pessoa deve primeiro refletir sobre seu orçamento total para presentes neste final de ano. Não vá gastar todo o 13º salário em presentes, pois há outros gastos com os quais se preocupar nessa época do ano (impostos e dívidas acumuladas, por exemplo).

 

Somente gaste o que sobrar da reserva para essas despesas. Não se endivide ainda mais nesta época, para evitar que o primeiro semestre do ano seguinte seja recheado de juros e dívidas. Assim, é importante saber o orçamento exato com o qual poderá trabalhar. Estabeleça um limite para cada pessoa, baseado no grau de proximidade e de importância de cada relação.

 

3 – Seja criativo na seleção dos presentes

 

A partir daí, pense criativamente! Comprar um presente ou fazer um você mesmo? Presentear com cartões ou comprar o que a pessoa pediu na lista de amigo oculto? Quando for presentear uma família, por que não dar um presente que todos possam usar? Assim, você economiza e agrada a todos! Além disso, é possível que suas habilidades e conhecimentos lhe permitam dar presentes extremamente criativos e cheios de valor sentimental, como um prato que só você sabe preparar, um quadro ou um desenho personalizado (desde que você tenha esse talento!).

 

4 – Faça uma lista!

 

Essa é uma dica essencial! Assim como quando você vai ao supermercado, sair de casa sem uma lista de presentes e presenteados pode acabar saindo caro. Você se esquece de algumas pessoas e acaba tendo que fazer compras de última hora, posteriormente. Além disso, quando você se planeja com antecedência, pode pesquisar melhor os preços e otimizar seus gastos

 

5 – Fuja de presentes excessivos e caros

 

Como já havíamos mencionado anteriormente, é muito fácil se empolgar nessa época do ano. Você acaba gastando muito, pensando que os presentes mais caros agradarão mais. Mas isso não é verdade. Reflita bastante sobre algum comentário que seu colega ou familiar tenha feito – uma dica para você achar o presente perfeito para aquela pessoa.

 

Na maioria das vezes, esta estratégia leva a comprar presentes não muito caros, como livros e CDs, mas que agradam bastante, visto que você demonstra para aquela pessoa que realmente a ouve, e que tem prestado atenção em suas conversas.

 

6 – Reserve dinheiro para eventualidades

 

Esqueceu-se de comprar o presente para o amigo oculto? Vai a uma festa e não tem com o que presentear o anfitrião? Você provavelmente já passou por esta situações antes. Uma boa solução de última hora é comprar um vinho, ou uma sobremesa diferente. Por essa razão, não deixe de reservar uma parcela de seus rendimentos para gastos com eventualidades nessa época do ano. Crie um fundo de Natal para situações inesperadas, como estas, e utilize com parcimônia.

 

7 – Organize o amigo oculto

 

Essa é uma ótima forma de economizar. Na empresa, no curso de línguas e até mesmo em família, a brincadeira do amigo oculto permite que todos troquem presentes, sem sobrecarregar o orçamento, visto que há a necessidade de comprar apenas uma lembrança.

 

Nestes casos, talvez seja possível gastar um pouco mais, ainda que um valor aquém do que você gastaria se fosse presentear todos os seus colegas e familiares. Você economiza e ainda garante um bom presente. Algumas famílias e amigos também estabelecem um limite máximo para o gasto com esse presente, o que pode ser bastante útil para todos.

 

Essas são as principais dicas que você precisa saber para administrar bem as finanças para as compras de Natal. Ficou com alguma dúvida? Tem sugestões? Deixe aqui seu comentário!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 dicas para fazer uma viagem de Ano Novo barata
Por Equipe Organizze
Como economizar em passagens aéreas?
Por Equipe Organizze
4 maiores mitos sobre finanças pessoais
Por Equipe Organizze
Situação financeira e saúde mental: qual a relação?
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).