7 passos para fazer uma festa infantil sem gastar muito

Escrito por:

Festas infantis fazem parte da história de todos nós, e são muito importantes para o crescimento de uma criança. Afinal, são nelas que são feitas as maiores e melhores memórias do ano, bem como em outras datas comemorativas. O que as crianças não sabem é o quanto os pais se esforçam para conseguir encaixar a festinha no orçamento!

 

Se está chegando perto da data de aniversário do seu filho e todas as preocupações com dinheiro estão brotando, fique calmo: tem como fazer uma festa inesquecível e ainda assim economizar. Veja como!

 

1 – Comemore em casa

 

Pode ser muito tentador celebrar em um buffet e não precisar se preocupar com praticamente nada na organização. Entretanto, se você está tentando economizar, isso não compensa. Receba os convidados em casa e não se preocupe com o aluguel de nada, nem com preços pré-definidos de comida. Se não puder fazer a festa em casa, você pode ainda conversar com um amigo, utilizar espaço de festas do seu prédio ou até mesmo fazê-la na escola da criança.

 

2 – Diminua a lista de convidados

 

Você vai querer chamar todo mundo, mas quanto mais pessoas vierem, maiores serão os gastos. Além do mais, se a festa for em casa, torna-se até meio difícil acomodar muita gente. Tente manter sua lista de convidados o menor possível. Chame os parentes e amigos próximos, e, claro, os amigos do seu filho. Tente focar também em colegas que tem crianças para curtir a festa; até porque, algumas pessoas não gostam muito de festas infantis e nem se importariam em ficar de fora.

 

3 – Estabeleça um horário

 

Algumas horas são melhores do que outras para dar uma festa econômica. O período da tarde, por exemplo, é uma ótima escolha porque a maioria dos convidados não estará com tanta fome, já que é entre o almoço e a janta. O dia da semana também é importante; sábados e domingos geralmente significam menos compromissos e mais tempo na festa – ou seja, mais comida e brincadeiras para ocupá-los. Se você realizá-la de noite, digamos, em uma quinta-feira ou sexta-feira, as pessoas naturalmente começarão a ir embora depois de algumas horas.

 

Em todo caso, se você distribuir convites (online, de preferência), é só colocar um horário de início e término. Não se preocupe em ser deselegante nem nada do tipo! Isso faz parte do preparo da festa e todos entendem e agradecem, já que poderão se planejar melhor.

 

4 – Faça um orçamento (e não saia dele)

 

Você já sabe onde, quando e quem vai vir, então é hora de estabelecer um orçamento. Separe os gastos em categorias, como decoração, alimentação, brindes, etc., e coloque um limite para cada.

 

Uma ótima ferramenta para fazer isso de forma bem organizada é o aplicativo Organizze. Ele ajuda a listar os custos e manter controle financeiro sem que você precise se embaralhar com contas e papéis, fazendo tudo automaticamente e de maneira bem didática. E o melhor é que ele funciona para qualquer tipo de planejamento, inclusive o do mês, então é algo que será útil mesmo depois da festa.

 

5 – Decoração DIY

 

Já ouviu falar do termo DIY – Do It Yourself? Significa “faça você mesmo” e é uma tendência em muitos eventos, como festas de aniversário. Com uma boa dose de criatividade, materiais baratos e alguns tutoriais na internet, você consegue decorar o ambiente como se fosse um profissional.

 

Você pode usar fitas e papel crepom, bandeirinhas de papel com letras (“feliz aniversário” ou o nome da criança), pompons de seda, pisca-piscas para a iluminação e muito mais. Dá até para reutilizar coisas que você já tem em casa! Se estiver fazendo uma festa temática, do Ben 10, por exemplo, muitos itens deverão ser verdes. É só tirar do armário aqueles potes e travessas verdes, talvez até pelúcias antigas para colocar na decoração.

 

6 – Capriche na comida

 

O melhor jeito de economizar na hora de alimentar seus convidados (e você mesmo) é preparar a comida. Você até pode comprar algumas coisas prontas, como o bolo, mas fique atento para não estourar a parte do orçamento que é dedicada a isso! De resto, invista em lanches rápidos como mini hot dogs, mini pizzas e sanduíches pequenos.

 

Os docinhos não precisam fugir muito dos tradicionais brigadeiros e beijinhos, mas se quiser incorporar a mesa, você pode pensar em balas de goma e marshmallows. O principal gasto será com bebidas, mas tente oferecer suco também e não só refrigerantes.

 

7 – Não exagere nas lembrancinhas

 

Um dos maiores gastos em festas infantis é com as lembrancinhas. Seja sincero: quantas dessas você realmente usa, ou sequer lembra de ter recebido? Além do mais, o foco aqui é nas crianças, e elas não precisam de nada muito elaborado para ficarem felizes. Caso você realmente queira distribuir lembrancinhas, então, não exagere.

 

Os docinhos diferentes que você comprou servem para isso também, e alguns brinquedos baratinhos são melhores ainda. Os de maior sucesso são aqueles de bolhas de sabão, ou pacotinhos de giz de cera e lápis de cor com cadernos para colorir. Sem contar que sua criatividade continua livre para fazer o que quiser!

 

E aí, tem mais alguma dica para acrescentar? Escreve pra gente nos comentários!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

REGRA PARA TER DINHEIRO! Viva um degrau abaixo! Como fazer isso?
Por Nathalia Arcuri | Me Poupe
Como investir em ações?
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
5 atitudes de filmes para não levar para a vida real
Por Ana Cláudia Inez
5 lições da Seleção Brasileira que você pode aplicar em seus investimentos
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).