8 dicas sensacionais para balancear o orçamento familiar

Escrito por:

Equilibrar o orçamento familiar é medida essencial, principalmente em tempos de crise. São vários os fatores que influenciam o orçamento de uma família: desde o padrão de vida dos seus integrantes aos gostos pessoais, passando pela forma que lidam com o consumo e desperdício.

 

Apesar de todas as variáveis, é essencial a participação de todos os membros da família para balancear o orçamento e garantir a segurança financeira. Entre as boas práticas estão controlar os gastos, criar uma reserva de emergência, abrir mão de gastos supérfluos e economizar nas contas de consumo. Confira, no post de hoje, oito dias sensacionais para balancear o orçamento familiar!

 

1. Faça uma reunião com toda a família

 

O primeiro passo para balancear o orçamento familiar é reunir a família e envolver os integrantes nesse objetivo em comum. É essencial reforçar que um orçamento familiar saudável depende da participação de todos os membros. Nesse sentido, reforce a importância da transparência em relação aos gastos e do esforço conjunto para reduzir as despesas da casa.

 

Nem mesmo as crianças devem ficar de fora: mostre para elas como é possível colaborar para um orçamento familiar saudável com pequenas mudanças na rotina, como desligar a televisão depois de assistir ao desenho e não deixar comida no prato.

 

2. Comece o controle de gastos

 

Balancear o orçamento familiar passa por ter noção dos gastos de todos os membros da casa. Para identificar as principais despesas e, consequentemente, para onde o dinheiro está indo, é essencial colocar no papel todas as receitas e despesas. Mesmo os pequenos gastos não podem ser ignorados, afinal, quando acumulados, eles podem fazer a diferença no orçamento mensal.

 

Depois de um mês controlando tudo o que entra e o que sai, faça uma análise da situação financeira da família. Se o ganho é maior do que o gasto, é hora de começar a poupar para realizar um sonho em comum. Se a balança, por outro lado, está pendendo para o lado vermelho, sinal de alerta. Partir para o corte de gastos será preciso.

 

3. Reduza o desperdício

 

Para economizar, não há saída: cortar gastos é necessário. O primeiro passo para ter sucesso na empreitada é reduzir o desperdício de cada dia. Comece pela mudança de hábitos corriqueiros, como deixar a televisão ligada sem ninguém no cômodo e dormir todo dia de ar-condicionado. Depois, passe mudanças mais drásticas, como reduzir gastos com lazer (viagens, almoço e jantar na rua etc.). Para reduzir o desperdício é essencial contar com a colaboração de todos os membros da casa. Não adianta uma pessoa trabalhar para cortar gastos enquanto os outros integrantes da família continuam gastando como se não houvesse amanhã.

 

4. Crie uma reserva de emergência

 

Ter um fundo voltado para gastos que não foram previstos é medida essencial para manter o orçamento familiar em dia. O ideal é que essa reserva de emergência tenha dinheiro suficiente para cobrir de três a seis meses de gastos. Mantenha essa quantia em um investimento que ofereça liquidez, como a poupança, pois você poderá precisar sacar a quantia a qualquer momento, caso aconteça um imprevisto como uma doença ou perda de emprego.

 

5. Evite gastos supérfluos

 

Apostar no controle das despesas também ajuda a identificar os gastos supérfluos que podem estar comprometendo o orçamento familiar. Saídas no final de semana, comprinhas de roupas e acessórios e outras despesas do tipo devem ser sempre planejadas.

 

6. Tenha cuidado com as compras de supermercado

 

Uma simples ida ao mercado pode fazer um estrago e tanto no orçamento familiar. Para evitar que isso aconteça, é essencial colocar em prática algumas medidas, como nunca fazer compras com fome, fazer uma pesquisa de preço antes de ir ao supermercado, comprar apenas aquilo que a família necessita e abrir mão de marcas mais caras por outras mais em conta. Criar esses hábitos é algo fácil de fazer e que certamente terá um enorme impacto nas contas familiares no final do mês.

 

7. Estabeleça metas de gastos

 

Estabelecer metas de gastos é uma forma de garantir que nenhum membro da família vaigastar mais do que pode em determinada categoria do orçamento. Além de planejar quanto pode gastar cada área, é importante controlar os gastos durante o mês para se certificar de que não ultrapassou a meta. Se isso acontecer, busque colocar o pé no freio e economizar em outra categoria.

 

8. Defina um objetivo em comum

 

Uma forma de estimular a família a economizar é definir um objetivo em comum para ser realizado com o dinheiro poupado, como uma viagem de férias ou um carro novo. Envolva todos na definição do objetivo e reforce a importância da participação de cada integrante da casa no esforço para realizá-lo.

 

Para balancear o orçamento familiar é essencial envolver todos os membros da família e não deixar de tornar o controle de gastos uma prática frequente. Apenas dessa forma será possível se certificar de que as receitas sempre vão superar as despesas.

 

E você, tem alguma dica para balancear o orçamento familiar? Deixe nos comentários!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Educação financeira infantil: como começar?
Por Equipe Organizze
Viva a vida!
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Dicas para evitar erros na sua Declaração de IR 2019
Por Equipe Organizze
Como conseguir melhores resultados com sua personalidade?
Por We Mentor
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).