Aprendendo finanças na prática

Escrito por:

Por acaso você já tentou ajudar alguém que não queria ser ajudado, ou deu um conselho para alguém que não quis segui-lo e depois acabou se dando mal? Ou então recebeu uma dica que você não entendeu direito, e por isso não quis aplicá-la e quando viu as coisas não deram muito certo?

 

Muitas vezes este tipo de situação acontece e acredito que um dos motivos para que isto ocorra é a falta de experiência. Às vezes aprendemos algumas coisas que temos medo de colocar em prática, ficamos aflitos, pois não queremos errar. Porém, passar por essas situações é essencial para a aprendizagem, e na educação financeira não é diferente.

 

Ao ler o livro “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki, me deparei com o seguinte depoimento: “Nunca conheci um rico que não tivesse perdido dinheiro com investimentos, porém já conheci pobres que nunca perderam dinheiro com investimentos”.

 

Isto evidencia a importância de colocar nossos conhecimentos em prática, e a decisão de fazer isso é de cada um. Nenhum educador financeiro, por melhor e mais bem-intencionado que esteja, pode fazer isto por nós. Como diria Albert Camus, “Não se pode criar experiência. É preciso passar por ela”.

 

Pensando nisso vou deixar três dicas para te ajudar a colocar o seu conhecimento em prática.

 

1. Controle o risco

 

Uma grande vantagem da área financeira é que nenhuma experiência precisa envolver grandes riscos, basta você procurar tomar decisões que, se derem errado, tenham um pequeno impacto nas suas finanças. Como por exemplo: se você quer entender como um investimento funciona, você pode colocar um pouco de dinheiro e aprender na prática. Se você conclui que a forma como você lida com as finanças está errada, tente algo diferente nos próximos meses, se der certo você continua, porém se o resultado não te agradar, você pode voltar a fazer o que fazia antes.

 

2. Converse com outras pessoas experientes

 

Às vezes ficamos em dúvida se determinada decisão é a melhor. Nesses momentos é importante procurar alguém que já passou pela mesma situação, e conhecer como foi a experiência dela. Uma simples conversa nos dá a confiança para tomarmos uma decisão.

 

3. Jogos sobre finanças

 

Outra dica para que você possa aprender e adquirir experiência financeira é jogar jogos sobre o assunto, como CashFlow e Renda Passiva. Através destes você vivenciará situações financeiras boas e ruins sem ter que colocar o seu dinheiro em risco.

 

E lembre-se, não deixe de experimentar, pois isto faz parte da aprendizagem e depende somente de você.

 

Forte abraço e até mês que vem.

 

*Luiz Roberto é um administrador apaixonado por finanças que desde 2014 expõe suas ideias através do blog Dificuldade Financeira. O projeto cresceu e em 2016 iniciou sua carreira como instrutor na Udemy.com publicando cursos sobre finanças pessoais.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 motivos para gerenciar seu dinheiro com um app de gestão financeira
Por Equipe Organizze
Como organizar as finanças do casal sem brigas
Por Equipe Organizze
NuConta, a conta digital do Nubank, vale a pena?
Por Equipe Organizze
Por que as taxas de juros do empréstimo pessoal variam tanto?
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).