CDI: o que é, como funciona e como calcular?

Escrito por:

Qual a primeira coisa que você pergunta quando vai fazer um investimento? Se você respondeu que é sobre o rendimento, saiba que você não está só. Saber quanto vai render uma aplicação é o que queremos saber, afinal, é nosso valioso dinheiro que estará aplicado ali.

 

Se o assunto é o rendimento, então, a explicação sempre vem relacionada a taxas de juros e indicadores financeiros. No final, esses termos sempre parecem uma grande e complicada sopa de letrinhas.

 

Quando falamos sobre a renda fixa, como CDB, LC, LCI e LCA, o rendimento costuma estar vinculado ao CDI.

 

“Tal investimento rende tantos % do CDI”. “Tenho uma aplicação com bom retorno sobre o CDI”. Essas são algumas frases que provavelmente você já escutou em conversas sobre investimentos. Mas você sabe mesmo o que é CDI?

 

O que é CDI?

 

O Certificado de Depósito Interbancário, ou simplesmente CDI, é um tipo de título emitido e negociado por instituições financeiras entre si. Este título funciona como uma espécie de empréstimo realizado entre as instituições financeiras.

 

A negociação desses títulos é realizada apenas entre essas instituições, no mercado conhecido como mercado interbancário. Dessa forma, as instituições que possuem mais recursos, emprestam capital para as que precisam naquele momento.

 

Agora é a hora que você deve se perguntar o motivo de uma instituição financeira precisar de dinheiro emprestado, não é mesmo? Pois é, esses empréstimos são importantes por causa de uma regra conhecida como Regra Basileia.

 

Essa determinação proíbe que uma instituição financeira termine o dia com o saldo negativo em seu caixa. Tá vendo? Até mesmo as instituições financeiras precisam gerenciar bem seu dinheiro para não dormir no vermelho.

 

Por que os investimentos são atrelados ao CDI?

 

Como não há nada melhor para gerenciar nosso dinheiro do que pensar no futuro, é preciso encontrar formas de valorizar o que você recebe agora pensando lá na frente. Por isso, os investimentos são tão importantes e necessários.

 

Como acabei de dizer, os bancos realizam empréstimos entre eles, em transações que apresentam poucos riscos a essas instituições. E cada banco define quanto vai cobrar por esses empréstimos.

 

Assim, diariamente, é calculada a taxa DI ou taxa de Depósitos Interbancários, que é a média dos juros praticados nessas operações e divulgada para servir de base para outras operações. Dessa forma, o CDI se transformou em um padrão para basear grande parte das operações envolvendo investimentos de renda fixa.

 

Portanto, se alguém te perguntar o que é CDI e o que ele tem a ver com seus investimentos, você já sabe como responder. Você pode dizer que ele está ligado aos empréstimos realizados entre instituições financeiras e que a taxa utilizada para essas negociações serve como base para definir a rentabilidade “mínima” que é esperada para os investimentos oferecidos pelos bancos e outras instituições financeiras.

 

Quais investimentos são atrelados ao CDI?

 

Bom, agora que você já sabe o que é CDI e como ele tem a ver com o rendimento de alguns investimentos, é bom saber quais aplicações financeiras estão relacionadas com esse indicador, não é mesmo?

 

CDB

 

O Certificado de Depósito Bancário, conhecido como CDB, é um título emitido pelos bancos para arrecadar recursos junto aos seus clientes. Assim, se você resolver investir em um CDB, na verdade estará emprestando dinheiro para um banco, que depois vai te devolver o valor do empréstimo, somado aos juros combinados.

 

Alguns CDBs possuem rendimentos prefixados, isso quer dizer que você sabe quanto vai receber já na hora da aplicação. Entretanto, alguns possuem rendimento pós-fixado. É nesses casos que o CDI entra no jogo, sendo que o rendimento da aplicação vai depender da taxa DI do período em que o dinheiro ficar investido.

 

LC

 

As Letras de Câmbio possuem uma lógica muito parecida com o CDB. Apesar do nome sugerir uma relação com operações de câmbio, as LCs são títulos emitidos por financeiras.

 

A influência do CDI nas Letras de Câmbio acontece também nos títulos que possuem rendimentos pós-fixado, igualzinho aos CDBs.

 

LCI e LCA

 

A Letra de Crédito Imobiliário e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCI e LCA) são títulos emitidos por instituições financeiras e bancos com a intenção de financiar os setores imobiliário e do agronegócio (daí vem os nomes).

 

Esses títulos também podem ser pós-fixados, usando como referência o CDI. Uma vantagem muito legal desses tipos de investimento é que eles contam com isenção de Imposto de Renda.

 

Qual a diferença entre CDI e CDB?

 

Falei sobre esses investimentos e, ao citar o CDB, pode ter aparecido uma dúvida sobre a diferença entre CDI e CDB. Para complicar, como os dois são títulos emitidos por instituições financeiras, você pode se confundir ainda mais. Porém, as semelhanças param por aí.

 

A diferença principal é que os CDBs são títulos abertos ao público, ou seja, você pode comprar um título como esse. Por outro lado, os CDIs são negociados apenas por instituições bancárias.

 

Como calcular o rendimento CDI?

 

Já que deixamos claro o que é CDI e os investimentos que usam como referência este título, o último passo é apresentar como fazer o cálculo do rendimento do seu investimento.

 

A primeira coisa que você precisa fazer é saber qual o CDI do período. Essa informação é atualizada com frequência e você encontra fácil na internet. Sabendo disso, você precisa apenas aplicar este número ao percentual pago que foi definido no investimento.

 

Quer ver um exemplo bem simples? Imagine que você está querendo saber o rendimento de investimento de R$1.000,00 em uma LCI que paga 98% do CDI. Ao analisar o valor do CDI no período, você viu que foi de 13%.

 

Com esses dados, basta seguir os seguintes passos:

 

Quanto o investimento paga de CDI multiplicado pela taxa do período, depois multiplicar pelo investimento inicial. Olha só os números:

 

0,98 x 13 = 12,74% x 1.000 = 127,40

 

Desse jeito, o rendimento do seu investimento que rende 98% do CDI seria R$127,40 no período calculado. Ou seja, você receberia de volta do banco R$1.127,40 no prazo combinado.

 

Mas se você não é fã de contas, tenho uma dica sensacional: você pode usar a calculadora de CDI no site da Cetip.

 

Pronto, agora quando as conversas sobre os rendimentos de um investimento começarem, você não precisa mais fingir que está mexendo no celular. Sabendo o que é CDI, você não fica fora do papo na rodinha e o melhor: consegue escolher o investimento que mais vale a pena.

 

*Ana Claudia Inez é graduada em Relações Públicas e mestre em Processos Comunicacionais. Integrante da equipe de comunicação da Toro Radar – uma das maiores empresas de análise e consultoria em investimentos – é responsável pela comunicação e relacionamento da empresa com parceiros em todo o Brasil.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Invista sem atalhos: os benefícios de um investimento bem planejado
Por Felipe Modenese
4 perguntas para fazer antes de investir
Por Equipe Organizze
Otimizando os investimentos
Por Alphamar Investimentos
Como investir em ações sem medo: 5 dicas simples
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).