Como declarar CDB no Imposto de Renda?

Escrito por:

Chegamos em uma época do ano que costuma deixar muita gente com dor de cabeça: o período para declaração do Imposto de Renda 2019. Se você possui algum investimento, principalmente os tributáveis como o CDB, pode ser que a sofrência seja ainda maior.

 

Isso acontece porque sempre há dúvidas sobre como informar esses rendimentos e os tributos que você deve pagar, não é mesmo?

 

Bom, como não dá para mandar a declaração faltando detalhes, é preciso saber direitinho como funciona esse processo. Por ser um assunto que dá bastante pano para manga, hoje vamos concentrar em entender como é declaração de IR para os Certificados de Depósito Bancário.

 

Como declarar CDB

 

Sem prolongar muito, preciso deixar claro que o CDB é um tipo de investimento que permite que você faça dois caminhos diferentes na hora de declarar.

 

O primeiro caminho você deve fazer caso queira declarar um investimento em CDB que ainda está ativo, ou seja, o título que você comprou ainda está válido e o seu dinheiro ainda está lá rendendo.

 

O segundo caminho você deve seguir caso tenha resgatado alguma aplicação de CDB ao longo do ano passado. Isso quer dizer, se chegou ao fim o prazo do seu investimento, ou mesmo se você resolveu pegar o dinheiro de volta antes do prazo definido.

 

Agora que você já sabe dessas duas situações, confira o passo a passo bem detalhado para você declarar o CDB no Imposto de Renda em cada uma delas:

 

→ CDB que você ainda não resgatou

 

1° passo: com as informações do seu investimento em mãos, você deve entrar no aplicativo ou no programa da Receita Federal e procurar a seção “Bens e direitos”. É nessa aba do programa que você precisa informar seus rendimentos e investimentos em CDB, assim como outros títulos de renda fixa também.

 

2° passo: depois de entrar nessa seção, você vai precisar separar seus investimentos de acordo com a entidade financeira que emitiu os títulos. Isso vale para instituições bancárias ou corretora de valores, enfim, a empresa que você utilizou para investir em CDB.

 

3° passo: você deve procurar a opção “Aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros)”, que também pode ser encontrada mais rápido por meio do código 45.

 

4° passo: preencha o campo referente ao saldo e às datas em que foram realizados esses investimentos. Depois disso, é só salvar e estará pronta sua declaração do Imposto de Renda de um CDB que ainda não foi resgatado.

 

O que você achou desse passo? Para ficar ainda mais simples, separamos algumas informações que você deve inserir em alguns campos que aparecem nessa seção.

 

– Código: 45
– Localização (país): 105 – Brasil.
– CNPJ: informe o código do banco ou corretora.
– Discriminação: nome do banco ou corretora.
– Situação em 31/12/2017 (R$): neste campo você deve preencher o saldo que havia nesta data. Se você declarou o CDB no Imposto de Renda no ano passado, é possível que a informação esteja salva e apareça automaticamente.
– Situação em 31/12/2018 (R$): informar o saldo nesta data.

 

Pronto, agora está tudo bem detalhado sobre o caminho que você precisa fazer para declarar um CDB nessa situação.

 

→ CDB que você resgatou em 2018

 

Sabe aquele dinheiro que você resgatou em 2018 que era de um investimento em CDB realizado há algum tempo? Pois é, essa é a hora de você informar para a Receita de onde veio esse dinheiro.

 

1° passo: o primeiro passo é procurar a aba “Rendimentos Sujeitos à tributação Exclusiva/Definitiva”. Assim que você encontrar, vai precisar preencher os seguintes campos:

 

2° passo: veja o que você deve preencher:

 

– Tipo de Rendimento: 06 – Rendimentos de aplicações financeiras.
– Tipo de beneficiário: selecionar titular ou dependente.
– CNPJ da fonte pagadora: informar o código do banco ou instituição que possui a
custódia do título.
– Nome da fonte pagadora: nome do banco ou instituição que possui a custódia do
título.
– Valor: informar o rendimento deste investimento.

 

Viu como declarar seu CDB no Imposto de Renda não é tão complicado quanto muita gente pensa? Essa facilidade acontece, principalmente, porque esse investimento já é tributado diretamente na hora em que você resgata seu dinheiro.

 

Se você já resgatou algum CDB, provavelmente, percebeu que veio informado sobre a taxa de tributação do Imposto de Renda, não é mesmo? Mas, você sabe como funciona essa tributação?

 

Tributação do CDB no Imposto de Renda

 

O CDB faz parte do grupo de investimentos que são tributáveis, isso quer dizer que esse título possui uma determinação específica e obrigatória sobre os tributos cobrados.

 

Então, na hora de investir em CDB é bom lembrar que uma porcentagem do seu rendimento vai direto para os cofres do governo. Esse tributo é cobrado diretamente dos lucros e retido pela instituição financeira responsável pela custódia do título no momento do resgate ou vencimento.

 

Para que você consiga realizar o cálculo sobre a rentabilidade do investimento, você pode consultar a tabela com alíquota do imposto que incide sobre os títulos de CDB.

 

A notícia boa é que essa alíquota é regressiva, ou seja, ela diminui à medida em que o tempo da aplicação aumenta. Portanto, quanto mais tempo durar seu investimento, menos imposto você vai pagar. Veja só:

 

Tributação CDB

 

Bom, agora que passei todas as informações sobre como declarar CDB no Imposto de Renda, você acha que está mais preparado para realizar esse processo sem complicações? Se você seguir esses passos, é bem provável que não encontre muitas dificuldades e consiga ficar em dia com a Receita sem problemas.

 

*Ana Cláudia Inez  é graduada em Relações Públicas e mestre em Processos Comunicacionais. Também é integrante da equipe de comunicação da Toro Investimentos – uma das maiores fintechs de investimento do mundo.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

7 dicas para aumentar a restituição do Imposto de Renda
Por Leoa
O que são Small Caps: conheça as pequenas ações da Bolsa
Por Ana Cláudia Inez
Reserva de emergência: a sua rede de proteção para imprevistos
Por Alphamar Investimentos
Bolsa de Valores: o que significa quando a bolsa está caindo ou subindo?
Por Ana Cláudia Inez
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).