Como economizar energia elétrica no horário de verão

Escrito por:

Percebeu como a conta de luz está mais cara? De fato, nos últimos tempos, o valor para a produção de energia elétrica se elevou. O consumo desse recurso também aumentou. É só observar!

 

Em sua casa, quantos aparelhos estão acesos ou ligados na tomada neste exato momento? Agora imagine este gasto somado com o de todos os domicílios, empresas e instituições do mundo? Parece demais? E como solucionar essa questão?

 

 

Para que serve o horário de verão?

 

A ideia do horário de verão é bastante antiga. Sua versão mais atual é baseada na proposta do neozelandês George Hudson. Ele sugeriu, no final do século XIX, que a mudança, realizada em determinada fase do ano, fizesse as pessoas aproveitar mais a luz do dia. Mas, até hoje, essa solução tem sido bastante criticada. E o Brasil pensa até em acabar, em 2019, com a prática.

 

 

No início, acreditava-se que adiantar os relógios traria muitos benefícios. E, realmente trouxe. Durante muitos anos, o setor de varejo, dentre outras atividades, economizaram bastante dinheiro explorando a luz do sol no horário de trabalho. Só que as tecnologias foram aprimoradas, os padrões de uso dos aparelhos agora são outros e não se vê mais motivos para o emprego do horário de verão.

 

 

Como economizar energia elétrica?

 

#1 – Troque as lâmpadas

 

Acontece que, independente da decisão do governo, é sempre válido economizar energia elétrica. Por quê? A primeira razão é a financeira.

 

 

Se a conta de luz está mesmo alta, não tem jeito, tem que diminuir o consumo. Isso quer dizer que será preciso desligar tudo que for desnecessário da tomada. Talvez trocar aparelhos velhos por modelos novos. E as lâmpadas incandescentes e fluorescentes pelas de LED. Isso tudo só para começar!

 

 

#2 – Ajuste os aparelhos

 

Tem muita coisa que as pessoas podem fazer para aproveitar melhor o horário de verão, basta apenas mudar certos hábitos. Por exemplo, apagar sempre as luzes quando sair do ambiente ou quando ele ainda estiver bem iluminado naturalmente.

 

E mudar o chuveiro para o modo “verão” ou “frio” – sem exagerar no tempo de banho só porque a energia está desligada.

 

 

Quanto ao ar condicionado, ele é o inimigo número um da economia de luz. O ideal é, sempre que possível, reduzir sua potência.

 

Uma boa ideia é adquirir um aparelho com monitoria de temperatura. Ademais, manter as janelas e portas da casa fechadas evita que o ar quente entre nos ambientes – o que representaria mais gastos com eletricidade para manter os interiores sempre resfriados.

 

#3 – Instale placas solares

 

O verão é um bom momento do ano para as pessoas estudarem meios de gerar energias alternativas, limpas. Uma boa ideia é investir nas placas solares. O custo de todo o equipamento é um tanto quanto alto.

 

Porém, o benefício, em longo prazo, compensa. Não seria ótimo poder ligar todas as lâmpadas e aparelhos que quisesse sem sentir medo dos resultados sobre a conta de luz ou ainda sobre a natureza?

 

 

#4 – Use e abuse da luz do sol

 

Não tem atitude mais sustentável ou eco friendly do que explorar, através da arquitetura e decoração, formas de economizar eletricidade e aproveitar melhor a luz solar.

 

O negócio é deixar a claridade entrar! Se for possível, o ideal é ampliar os vãos de portas e janelas ao máximo; e usar cortinas mais finas e translúcidas, permitindo a passagem dos raios sem comprometer a privacidade das pessoas dentro dos interiores.

 

É importante que o dono do imóvel estude juntamente do designer ou arquiteto a melhor posição para os seus móveis. Erros de layout também podem fazer as pessoas consumirem mais ou menos energia – seja tanto no horário de verão quanto no de inverno.

 

Penteadeiras, bancadas de estudo e poltronas para leitura devem ficar próximas das janelas. Com a abundância de luz não se precisará acender qualquer luminária.

 

 

#5 – Saia de casa

 

A última dica pode parecer incomum ou até soar estranho. Acontece que a melhor maneira de economizar energia e aproveitar a luz do sol é, mesmo, saindo de casa. Nos ambientes fechados parece haver atrativos demais – televisor, computador, rádio e outros. Assim, fica difícil reduzir os gastos, não é mesmo?!

 

 

Ficando mais tempo na rua, mesmo que seja no seu próprio quintal, você poderá se desligar um pouco das tecnologias que dependem de energia para funcionar. Também poderá passar um tempo a mais em contato com a natureza ou fazendo exercícios, o que é ótimo para a saúde tanto física quanto mental.

 

Ou seja, estaria aproveitando a vida! E é para isso que deveria, de verdade, valer o horário de verão.

 

Essas dicas de economia no horário de verão foram criadas pela equipe Viva Decora.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

4 formas infalíveis de acabar com as compras por impulso
Por Equipe Organizze
5 dicas de como reformar e mobiliar a casa gastando pouco
Por Viva Decora
3 passos para aprender a lidar com compras por impulso
Por Equipe Organizze
Como diminuir os pequenos gastos diários e economizar muito!
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).