Como ser bom motorista e evitar gastos com o carro

Escrito por: - Publicado em: 02/12/2020

Um bom motorista, além de dirigir de uma forma segura, contribui para o bom uso do carro, resultando em economia. Além de evitar colisões, dirigir de forma consciente pode evitar gastos desnecessários com reparos mecânicos do veículo.

 

O ato de dirigir acaba se tornando automático para nós com o passar do tempo, fazendo com que nossa atenção reduza durante o trajeto. Isso reduz consideravelmente a segurança na forma como dirigimos, além de causar “vícios” que podem fazer com que o carro gaste mais ou tenha problemas mecânicos.

 

Então, existem hábitos que podemos adotar que fazem com que nossa direção seja mais consciente, tanto em questão de segurança, quanto em conservação e economia com o carro, evitando gastos desnecessários.

 

O que considerar ao dirigir para evitar gastos com o carro?

 

Ao dirigir, você pode considerar muitos pontos que vão te ajudar a economizar, reduzindo ou prevenindo gastos com o carro. Confira alguns deles!

 

1. Contratar o seguro auto

 

Antes de qualquer coisa, contrate o seguro auto. O seguro te oferece cobertura e assistência em casos de roubo, furtos, danos elétricos e mecânicos, além de reparos e reembolso em caso de colisão e perda total do veículo.

 

Além disso conta com serviços de chaveiro, borracheiro, guincho e carro reserva. Ao escolher uma das melhores seguradoras de seguro auto, você também conta com assistência e cobertura para
terceiros, em caso de colisão e acidentes.

 

Existem diversas opções de seguro auto com níveis diferentes de cobertura, com pagamento facilitado, apólices personalizadas para atender as necessidades de cada condutor, além de serviços extras que podem fazer a diferença.

 

2. Conhecer seu carro

 

Sempre estar atento a níveis de água e de óleo, calibragem dos pneus além de outros detalhes e níveis que podem indicar problemas mecânicos. Sempre manter o carro com os níveis corretos pode
evitar problemas mecânicos e elétricos.

 

Além disso, rodar com o carro com o tanque quase vazio, na reserva, pode provocar danos na bomba de gasolina. Quando o tanque está cheio, a bomba fica imersa no combustível, mantendo a
temperatura que favorece o funcionamento correto da bomba. Para evitar que esse hábito cause danos, abasteça logo quando o indicador alertar que o tanque está entrando em sua reserva.

 

3. Não apoiar o pé na embreagem ou descer em ponto morto

 

Dirigir com o pé na embreagem sem necessidade pode fazer com que ela seja ativada, mesmo com um toque leve, trazendo um inevitável desgaste.

 

Alguns motoristas têm o hábito de desengatar a marcha para dirigir em descidas, mas é uma tática perigosa. A crença é que esse hábito economiza combustível, mas é provável que gaste ainda mais, pois a injeção eletrônica pode entender que o carro esteja andando em marcha lenta, consumindo mais combustível.

 

Nos carros automáticos, além de gastar mais combustível, dirigir em ponto morto pode danificar o câmbio, por ficar sem lubrificação.

 

4. Evite multas

 

Um bom motorista obedece às leis de trânsito. Entre as multas mais comuns, está a de excesso de velocidade. Com a correria do dia a dia, chegar logo ao destino é muito importante. Porém, alta velocidade, além do gasto com multa, faz aumentar o risco de se envolver em um acidente.

 

Estes são casos que geram gastos, bem como riscos para a vida humana. Portanto, seguir as leis de trânsito é fundamental para evitar perdas financeiras e dores de cabeça, além de prevenir a vida.

 

5. Ao passar em lombadas, não passe com os pneus de lado

 

Ao passar em lombadas ou valetas, o correto é reduzir a velocidade, reduzir a marcha e passar com as duas rodas frontais ao mesmo tempo pelo obstáculo. Ao girar o volante para passar “de lado” nos obstáculos, pode parecer que causa uma passagem mais suave, porém sobrecarrega a suspensão do carro por passar cada lado de uma vez.

 

Além disso, a prática pode afetar o rolamento e os amortecedores do veículo, tanto para carros quanto em motos.

 

6. Em subidas, não acelere para “segurar” o carro

 

Acelerar o carro para manter sua posição em uma via inclinada (aclive) causa força desnecessária no motor. Nessa situação, caso haja medo de o carro “descer” ao sair novamente, use o freio de mão para deixá-lo parado.

 

Forçar o motor sem necessidade pode causar problemas mecânicos, que geralmente envolvem um custo alto por se tratar do motor.

 

7. Dirija como um especialista

 

Não importa a condição, se sob neblina densa, tempestades, sol forte ou outras, mesmo motoristas experientes correm o risco de ser jogados para fora da estrada. Para evitar problemas, veja como dirigir sob essas condições antes de sair de casa.

 

Estar sempre preparado para diferentes situações ao volante é essencial para não ter problemas com o veículo. Além de evitar gastos com diversas situações decorrentes, você também irá chegar ao destino com tranquilidade e segurança.

 

Além dessas dicas, não deixe de fazer a revisão periódica em seu veículo, não dirija cansado e reduza o excesso de confiança em si, estando ao volante.

 

Por: Andreia Silveira, editora no site Smartia.com.br.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Black Friday: como economizar com compras para casa?
Por Viva Decora
Economizando em casa: cortinas comuns ou persianas, qual o mais barato e funcional?
Por Viva Decora
Morar sozinho: gastos que você não pode abrir mão
Por Equipe Organizze
Objetos de decoração: 6 itens baratos para compor ambientes
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).