Dicas para evitar erros na sua Declaração de IR 2019

Escrito por:

O prazo para a entrega da declaração de Imposto de Renda 2019 está chegando ao fim, e muitos declarantes ainda possuem dúvidas sobre o IR.

 

Para evitar qualquer inconsistência nas informações (que podem gerar problemas futuros), o blog Finanças Práticas listou alguns erros bem comuns relacionados ao Imposto de Renda. Confira alguns destaques no artigo a seguir.

 

Prestação de serviços

 

Na hora de declarar serviços pelos quais você pagou ao longo do ano, inclua CNPJ e CPF dos prestadores e, principalmente, comprove tudo o que declarar.

 

Utilize como base os informes fornecidos pelos próprios profissionais, que são obrigados a lhe fornecer o documento, caso você não tenha.

 

Lembre-se que há o cruzamento de informações! Isso significa o seguinte: suponha que você declarou ter gasto R$ 3 mil com seu dentista este ano, informando o CPF dele. Essas informações são cruzadas: pelo CPF do dentista e o seu, a Receita irá conferir quanto o profissional recebeu pelos serviços. Se, em vez de R$ 3 mil, ele declarou R$ 2 mil, você terá que prestar contas sobre essa diferença.

 

Despesas não dedutíveis

 

Outro erro comum é declarar despesas não dedutíveis, ou seja, não permitidas por lei para abatimento do imposto, como, por exemplo, gastos com material escolar (como despesa com educação) e remédios (como despesas com saúde).

 

Doações

 

Antes de informá-las, procure saber como incluir doações na declaração de Imposto de Renda e quais podem realmente ser declaradas. Nem todas as contribuições feitas como doação podem ser abatidas da base de cálculo do Imposto de Renda.

 

Previdência Privada

 

Nos planos PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) e Fundos de Pensão, os aportes (depósitos) realizados podem ser descontados do imposto a ser pago no limite máximo de 12% da renda bruta anual tributável. Mas, para isso, o contribuinte deve entregar sua declaração no modelo Completo e ser contribuinte do INSS.

 

Declaração de Dependentes

 

Muito cuidado na hora de declarar dependentes. Neste ano, é obrigatório informar o CPF de todos os dependentes inseridos na declaração de Imposto de Renda, independentemente da idade.

 

Caso o dependente receba algum tipo de receita, é necessário somá-la à renda do declarante. Saiba que não é permitido informar alguém como dependente sem que essa relação de dependência exista de fato. Lembre-se: essas informações são cruzadas.

 

Leia todas as dicas clicando no botão abaixo.

 

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Vantagens e desvantagens de pagar as contas antes do vencimento
Por Equipe Organizze
Orçamento tá curto? Confira dicas de como aproveitar o final de ano sem gastar muito
Por Equipe Organizze
O segredo do enriquecimento
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Como manutenções preventivas podem ajudar a diminuir gastos com seu carro
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).