Economize evitando o desperdício em 5 passos

Escrito por:

Em tempos de sustentabilidade e consumo consciente, nada melhor do que pensar em maneiras eficientes de evitar o desperdício – que além de impactar nossa qualidade de vida, pesa, e muito, no bolso. Embora você não sinta os seus desdobramentos de forma imediata, a médio e longo prazo o hábito de desperdiçar pode causar sérios danos as suas finanças pessoais e empresariais.

 

Todo mundo que almeja conquistar a tão sonhada estabilidade financeira costuma pesquisar diferentes formas de economizar dinheiro, seja ganhando mais ou gastando menos. Mas o que nem todo mundo se dá conta é que evitar o desperdício também é uma maneira bastante eficaz de poupar e contribuir para a sua saúde financeira.

 

Quer saber como evitar o desperdício e economizar com isso? Então confira agora as nossas dicas!

 

1 – Poupe água

 

Evitar o desperdício de água não é apenas uma questão econômica, é também uma questão ecológica. Ao contrário do que pensamos, esse recurso natural é esgotável e se não usarmos a água de maneira consciente, quem vai pagar a conta são as futuras gerações.

 

Para impedir que isso aconteça, feche o chuveiro enquanto você estiver se ensaboando, só abra a torneira na hora de enxaguar as louças, não use mangueiras e equipamentos de pressão para lavar as calçadas e carros, aposte em sistemas de reuso para dar descarga e irrigar as plantas, só use a lava-louças em sua capacidade máxima e, sobretudo, não negligencie a torneira que fica pingando. Ela parece inofensiva, mas é uma verdadeira vilã da economia doméstica. Só para se ter uma ideia, deixar a torneira pingando durante um dia inteiro equivale a 46 litros de água desperdiçados. Imagine o quanto isso vai te custar no final do mês!

 

2 – Reaproveite os alimentos

 

Outra boa maneira de evitar o desperdício e economizar um bom dinheiro com isso é aprender a reaproveitar os alimentos. Além de inteligente, essa medida é deliciosa, pois você vai descobrir novos sabores a todo momento, além de garantir uma dieta mais rica e nutritiva.

 

Ao invés de jogar fora as partes que normalmente dispensamos, como talos, sementes e cascas dos vegetais e frutas, use a imaginação e crie receitas como bolos, sopas, farofas e sucos. Se você evita o desprezado pão do dia anterior, nada melhor do que transformá-lo em torradas, bruchettas, pudins, rabanadas ou farinha de rosca.

 

O arroz de ontem também não precisa parar no lixo. Encontre uma boa receita e faça um arroz de forno bem incrementado ou, quem sabe, alguns bolinhos. Enfim, o que vale é usar a criatividade e lembrar que, a menos que o alimento não esteja mais apropriado para o consumo, a palavra de ordem é reaproveitar.

 

3 – Fuja das compras de roupas por impulso

 

Comprar muitas roupas também é uma forma de desperdício, afinal, muitas vezes você nem chega a tirar a etiqueta da peça e ela já fica parada no closet. Se você tem o hábito de comprar roupas por impulso, está na hora de mudar de atitude em relação ao seu vestuário.

 

Comece a focar em itens que você realmente necessita – vale até fazer uma lista antes de ir às compras -, faça uma triagem das peças que precisam de consertos e também das que podem ser doadas. Talvez a roupa não atenda mais suas necessidades, mas pode ser tudo que uma outra pessoa precisa no momento. Essa também é uma ótima forma de reaproveitamento, pois combate o desperdício e evita o consumo desenfreado.

 

Você já deve ter ouvido a máxima de que não faz sentido comprar roupas que você não precisa, com um dinheiro que você não tem. Tenha isso em mente e, antes de fazer qualquer compra, sempre pergunte a si mesmo se você realmente precisa de mais uma peça no armário.

 

4 – Não esqueça a lista do supermercado

 

Antes de lotar o carrinho com produtos caros, excesso de guloseimas e quantidade maior do que a necessária, consulte a sua lista de compras. O ideal é ir para o supermercado munido dessa listagem, para evitar as compras desnecessárias. Vale destacar que a lista precisa ser montada gradualmente, à medida que os mantimentos e produtos de limpeza forem acabando.

 

Outro ponto importante é conferir o prazo de validade dos produtos e não comprar muitos perecíveis de uma vez só. Calcule a quantidade suficiente para 15 dias, evitando as famosas compras mensais, pois as perdas costumam ser maiores.

 

5 – Outras formas de mandar o desperdício para bem longe

 

→ Desligue da tomada os aparelhos eletrônicos quando você não estiver usando.

 

→ Apague a luz quando sair dos ambientes.

 

→ Adote medidas educativas na sua casa, envolvendo toda família no projeto de economia.

 

→ Faça pequenas porções de alimentos para evitar as sobras (e se sobrar, congele).

 

→ Armazene os alimentos já preparados em recipientes bem fechados e na temperatura adequada.

 

→ Não pise no acelerador com o veículo parado. Isso gera desperdício de combustível.

 

E então, você costuma adotar alguma dessas medidas de combate ao desperdício? Elas estão surtindo resultados efetivos nas suas finanças? Conta pra gente nos comentários!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

4 dicas para fazer bons investimentos em 2018
Por Ana Cláudia Inez
5 dicas para fazer uma viagem de Ano Novo barata
Por Equipe Organizze
Como economizar em passagens aéreas?
Por Equipe Organizze
6 dicas de ouro para o planejamento financeiro das férias
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).