Morar sozinho: aprenda a separar o essencial do supérfluo (e ser mais criativo!)

Escrito por:

Morar sozinho pode parecer, à primeira vista, o cenário ideal para qualquer pessoa que está saindo da casa dos pais. As vantagens são evidentes!

 

Porém, logo que você se muda, percebe que é preciso criar certos hábitos cotidianos de economia, para que você tenha um controle do seu dinheiro e organize sua rotina. Quanto mais estruturada for sua vida financeira, menos dinheiro você perde morando sozinho. Além disso, fica mais fácil economizar para viagens, compras e outros gastos no futuro.

 

Pensando nisso,  lançamos hoje o e-book: Guia Financeiro para quem mora sozinho. Nele você encontra 32 dicas infalíveis para se organizar e viver sem stress e com dinheiro no bolso! Inclusive, claro, muitas das dicas servem pra todas as pessoas! Veja, duas delas:

 

1. Estabeleça metas financeiras de curto e longo prazo

Estabelecer metas financeiras, sejam elas de curto ou de longo prazo, é extremamente importante para uma pessoa que mora sozinha. Isso serve para você planejar melhor suas finanças, não deixar que as contas fujam do controle e, ao final, ser capaz de realizar seus objetivos financeiros.

 

Por exemplo, que tal estabelecer como meta para o ano de 2016 economizar o su ciente para realizar uma viagem de final de ano? Ou então, que tal estabelecer como objetivo profissional receber uma promoção e alavancar seus rendimentos no ano que segue? Essas metas, além de te ajudar a se manter na linha, podem também servir como incentivo para que você não deixe de realizar seus sonhos.

 

2. Cuidado com os pequenos gastos!

Um dos maiores perigos de quem mora sozinho é deixar aqueles gastos menores do dia a dia tomarem todo o orçamento pessoal, sem nem perceber! Seja com compras na padaria do bairro, seja em lojas e salões de beleza, é fundamental que você racionalize sobre a efetiva necessidade de algumas dessas compras, porque muitas vezes elas poderiam ser evitadas.

 

Por exemplo, em vez de comprar livros, que tal frequentar a biblioteca de seu bairro? Em vez de ir ao salão para fazer as unhas, que tal mantê-las em ordem você mesma? Em vez de comprar um bolo pronto na padaria, que tal aprender a fazer em casa, com ingredientes mais baratos e que rendem mais?

 

Estas pequenas medidas de economia podem significar um dinheiro extra ao final do mês. Por menores que sejam estes gastos, quando acumulados representam um valor significativo e podem fazer toda a diferença em seu orçamento.

 

 

Gostou dessas dicas? Confira mais 30 delas, clicando AQUI e baixando o nosso e-book gratuito! Aproveite e compartilhe com seus amigos!

 

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como práticas sustentáveis podem beneficiar o seu bolso
Por Equipe Organizze
Consumo consciente: bom para seu bolso e para o planeta
Por Equipe Organizze
Semana da independência financeira com desconto esperando por você!
Por Equipe Organizze
3 dicas para economizar com games
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).