Móveis antigos: como reaproveitar, economizar e arrasar na decoração da sua casa

Escrito por: - Publicado em: 14/05/2021

Quem acompanha frequentemente as redes sociais está atento aos vídeos produzidos por jovens que vão em busca de oportunidades nas calçadas de residências de países ricos.

 

Por lá, eles encontram excelentes peças mobiliárias simplesmente jogadas no lixo. Essa é uma realidade muito diferente do Brasil. Por aqui, ficamos com as nossas peças de sala de jantar, quarto, e mais por muitos anos, até o momento que decidimos renovar os ambientes.

 

É nesse momento que você pode se perguntar sobre o que fazer com aquelas peças que ainda estão em bom estado de conservação. Será que doar ou jogar no lixo é a única opção? 

 

Claro que não. Antes de tudo, devemos considerar a possibilidade de reformar as suas peças e utilizá-las no mesmo lugar ou aproveitá-las, de um jeito diferente, em outro ponto da casa. Concluindo, pense muito antes de descartar os móveis antigos da sua casa.

 

Confira algumas sugestões de como podemos lidar com essas peças mobiliárias que precisam ganhar um novo visual. É através dos exemplos que vamos descobrir possibilidades para a sua customização e utilização dentro de salas decoradas.

 

 

Manter ou repaginar

 

Quando nos deparamos com uma peça mobiliária de boa qualidade de estética e de materialidade nos perguntamos se é justo para a natureza descartar algo tão precioso assim. Podemos tentar nutrir um novo olhar sobre esses itens. 

 

Não devemos ter preconceitos com artigos antigos, pois eles podem, sim, fazer parte de composições modernas. Tudo é uma questão de planejamento, de bom gosto e de bom senso.

 

 

De fato, ter num mesmo cenário vários itens antigos, principalmente em tonalidades escuras, pode tornar o visual da residência mais démodé e até depressivo. Definitivamente não é esse o efeito que queremos, não é mesmo? 

 

Pois o que os especialistas em decoração recomendam é tentar harmonizar os ambientes promovendo o contraste destas peças com pano de fundo mais claro e acompanhamentos de objetos mais modernos.

 

Uma mesa ou um balcão de madeira de lei, por exemplo, pode tomar o papel de protagonista em uma decoração. Este móvel pode passar por um processo de limpeza e expor a sua beleza original. 

 

Ou podemos tentar dar uma cara nova à peça – a reformando ou customizando – para que ela se adapte a um novo estilo de decoração adotada para casa ou a uma nova função dada a ela, ou ambos, tanto faz.

 

 

Reusar ou reutilizar

 

Eis a questão principal: reusar o móvel antigo que tínhamos no mesmo lugar e na mesma função de antes ou adaptá-lo a alguma ideia nova, estabelecida em projeto de decoração. 

 

Neste texto podemos ver vários exemplos de móveis antigos que já não estão mais sendo usados da mesma forma como antes. Digamos que o valor do seu material impulsionou a reutilização, mas a sua estética incentivou um reuso mais criativo.

 

O que vemos nas ilustrações são soluções de utilização de balcão buffet como balcão de cozinha. Modelo de aparador e gaveteiro como bancada para cuba de banheiro. 

 

 

 

Ideias de customização 

 

Às vezes, podemos encontrar preciosidades perdidas dentro da nossa casa, em sótãos e porões, ou em briques e mais lojas de antiguidades. 

 

Existem também as famosas vendas de garagens no estilo norte-americano e as vendas de peças de falecidos, mais comum no Brasil. Coisas assim podem nos oferecer oportunidades para encontrar móveis que, apenas com uma simples limpeza – inclusive energética -, ficariam perfeitos numa decoração.

 

Claro que às vezes é preciso adaptar um pouco os itens encontrados ao gosto e à necessidade da vida contemporânea. 

 

Hoje em dia, temos materiais para acabamento, além de suportes de pés e puxadores de portas e gavetas que poderiam deixar os móveis antigos encontrados com uma aparência mais bonita e com maior resistência e durabilidade. Por isso a tal aventura de tentar customizar artesanalmente estas peças. Entendeu?

 

É possível realizar este serviço bem no estilo DIY – ou faça você mesmo. Certos móveis antigos podem voltar para a decoração da sua casa depois de lixados e envernizados ou pintados novamente. 

 

Também se pode fazer detalhes neles com pátina e decoupage, cobrindo partes com recortes de papéis e tecidos. E não podemos esquecer dos acompanhamentos comprados novos – espelhos, quadros, vasos, almofadas e mais.

 

 

Agora, use nossas dicas e toda sua imaginação para brincar com a possibilidade do contraste ‘novo e antigo’ na decoração de sua casa.

 

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

DIY: soluções para economizar na hora de decorar a casa
Por Viva Decora
Mercado imobiliário: como lucrar com uma casa de veraneio
Por Viva Decora
5 dicas para juntar dinheiro para casar
Por Equipe Organizze
Economia doméstica: como reduzir o consumo de água na casa
Por Viva Decora
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).