Por que não consigo me organizar financeiramente?

Escrito por:

Organização financeira pode parecer, à primeira vista, um bicho de sete cabeças ou algo impossível de alcançar. No entanto, na maior parte das vezes, são hábitos já enraizados que impedem as pessoas de conseguirem gerenciar seu dinheiro. Viver e trabalhar para pagar dívidas, ser fã de compras por impulso e não estruturar seus gastos são alguns dos motivos que impedem a organização financeira.

 

A boa notícia é que, com algumas mudanças na rotina e muita determinação, é possível manter as finanças em dia. Veja por que você não consegue se organizar financeiramente e como você pode virar este jogo!

 

Você vive para pagar dívidas

 

As dívidas são os grandes vilões na vida das pessoas desorganizadas financeiramente. A sensação é de que todas as receitas do mês são usadas apenas para pagar parcelas e os juros que vêm junto com elas. Resultado: é impossível se organizar, já que nunca há dinheiro suficiente para emergências ou, pior, até mesmo para pagar as contas do mês.

 

A solução é encarar o problema. Liste suas dívidas, com valores e respectivos credores, e parta para a renegociação. Antes de fazer uma proposta, é importante analisar o seu orçamento financeiro para ver o valor que poderia pagar para não se enrolar lá na frente. E anote aí: o ideal é nunca usar mais de 15% da sua renda para quitar as dívidas.

 

Falta de propósito

 

Muitas pessoas não conseguem enxergar a importância de se organizar financeiramente porque não tem um propósito para manter suas finanças em dia. Para mudar a sua relação com o dinheiro, é preciso, em primeiro lugar, definir alguns objetivos de vida. Quais são seus sonhos mais caros? Comprar um carro, fazer um MBA, ter uma casa própria? Com um objetivo em mente, você passa a ter um propósito para se organizar financeiramente e alcançar seu sonho.

 

Você não usa um organizador financeiro pessoal

 

Para ter as finanças em dia, é essencial saber quanto ganha, quanto gasta e para onde seu dinheiro está indo. Muitos, no entanto, não têm a menor ideia do quanto entra e quanto sai de sua conta-corrente e muito menos onde estão seus principais gastos. A melhor forma de gerenciar despesas e receitas é com um organizador financeiro pessoal.

 

A ferramenta ajuda a ter uma visão geral de como anda a saúde do seu bolso, possibilita a categorização dos lançamentos para que você saiba de onde vem e para onde vai seu dinheiro, além de permitir o estabelecimento de metas de gastos por mês. Dê preferência para uma ferramenta on-line, assim, é possível gerenciar suas finanças de onde você estiver, pelo tablet ou smartphone.

 

Você precisa de mais disciplina

 

Organização financeira é uma questão de hábito. No início, pode ser um pouco difícil se acostumar a registrar receitas e despesas, contas a pagar e a receber, assim como categorizar seus lançamentos. No entanto, com o tempo, a prática fará parte do seu dia a dia, o que facilitará muito na hora de definir como gostaria de gastar seu dinheiro.

 

É importante ser determinado e focar nos objetivos de curto, médio e, principalmente, longo prazo que a organização financeira trará para sua vida. Ao pensar que, com suas finanças em dia, será possível realizar seus sonhos, você será mais disciplinado — pode acreditar.

 

Você compra por impulso

 

Quem deseja investir em organização financeira precisa abrir mão de alguns hábitos. Um deles é ser adepto da compra por impulso. Quem sempre cede à tentação de comprar sem pensar, além de estourar o orçamento, ainda corre o risco de fazer uma aquisição desnecessária, que não vai agregar valor nenhum, como peças de roupas parecidas com as que já tem no armário ou equipamentos eletrônicos que quase não serão usados.

 

Para organizar-se financeiramente, mude sua forma de comprar. Pense no que você precisa, pesquise preços e guarde uma quantia mensalmente para fazer sua compra. Pagando à vista ainda há a possibilidade de negociar um bom desconto!

 

Você não sabe gerenciar seu tempo

 

É comum as pessoas que são desorganizadas financeiramente atribuírem sua dificuldade à falta de tempo. A verdade é que a organização financeira, se bem feita e com o auxílio das ferramentas certas, não leva mais de alguns minutos por dia. Comece por uma análise geral da situação das suas finanças e, em seguida, vá ganhando o hábito de anotar todas as suas receitas e despesas em suas respectivas categorias. O próximo passo é planejar o mês seguinte, especificando quanto quer gastar em cada categoria do orçamento financeiro. Depois dessas primeiras etapas é só registrar tudo direitinho diariamente — dois minutos bastam.

 

Agora que você sabe o que impede a sua organização financeira, é hora de repensar atitudes e mudar de hábitos. É importante ter persistência e não desistir nos primeiros obstáculos. Criar novos hábitos pode demorar um tempo, mas pode ter certeza que os benefícios de ter as finanças em dia vão valer a pena.

 

Como você faz pra tentar organizar suas economias? Conhece alguma boa prática que pode ajudar nessa hora? Conte pra gente!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

REGRA PARA TER DINHEIRO! Viva um degrau abaixo! Como fazer isso?
Por Nathalia Arcuri | Me Poupe
Como investir em ações?
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
5 atitudes de filmes para não levar para a vida real
Por Ana Cláudia Inez
5 lições da Seleção Brasileira que você pode aplicar em seus investimentos
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).