Quantos % do meu salário devo investir?

Escrito por: - Publicado em: 17/09/2020

Felizmente, está cada vez mais fácil aplicar dinheiro e acompanhar seu rendimento, principalmente por conta da internet. Mas quem pretende se aventurar no mundo dos investimentos, acaba esbarrando em uma questão super importante: quanto do salário é preciso investir para que esse investimento se torne um bom negócio?

 

O site Finanças Forever listou algumas dicas de como decidir esse número se baseando na realidade financeira de cada um, continue lendo o texto e confira os destaques!

 

Investimento é para todos

 

Em primeiro lugar, é preciso ratificar que qualquer pessoa pode investir. Algumas podem não estar aptas naquele momento – isso será explicado ao longo do texto -, mas o importante aqui é entender que poupar dinheiro não tem a ver com ganhar “muito” ou “pouco”.

 

Para saber qual porcentagem do seu salário estabelecer para investimentos, é preciso entender basicamente duas coisas: quais os seus objetivos e como está o seu controle financeiro pessoal.

 

Por que investir?

 

Pessoas poupam por diversas razões. Algumas de curto e médio prazo, como a realização de uma viagem dos sonhos, e outras de longo prazo, pensando em garantir uma aposentadoria saudável, por exemplo.

 

O primeiro passo, portanto, é estabelecer seus objetivos. Assim, você saberá por quanto tempo deve poupar para ter o rendimento desejado, além de entender no que deve investir de acordo com o seu perfil de investidor.

 

Como estão as minhas finanças?

 

Tão importante quanto é entender como anda as suas finanças. Qual parcela da sua renda é comprometida com despesas fixas? Você tem dívidas? Quanto elas consomem do seu salário a cada mês? Tendo essas respostas, você finalmente estará mais próximo de saber o valor mais indicado para iniciar seus investimentos.

 

A porcentagem mais indicada para investimentos

 

Especialistas em finanças costumam indicar que a porcentagem ideal do seu salário destinada a investimentos deve ser de 10%. Assim, você pode ingressar neste mundo sem que o seu orçamento com gastos essenciais seja comprometido.

 

Porém, a chamada “regra dos 10%” não deve ser vista como uma obrigação. Se você tem um salário pomposo ou é um jovem profissional de carreira estável que ainda mora com os pais, por que não poupar mais do que 10%? Da mesma forma, se você possui mais de 10% da sua renda comprometido com dívidas, o ideal é quitá-las primeiro para que os seus investimentos possam render mais.

 

Confira mais dicas clicando no botão abaixo.

 

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como investir no mercado de ações
Por Meu Patrimônio
Não coloque todos os ovos na mesma cesta
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Os 3 pilares dos investimentos
Por Meu Patrimônio
O que são Criptomoedas?
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).