Revestimentos cozinha: 7 opções baratos e em alta para 2021

Escrito por: - Publicado em: 15/07/2021

2021 está sendo um ano de grandes desafios. As mudanças na economia nacional estão provocando mudanças também dentro da arquitetura e do design de interiores. 

 

Os projetistas precisam lidar com novas limitações de mercado e também responder a novos gostos, necessidades e, assim, exigências de clientes. Pensando por um lado positivo, também é uma chance de olharmos diferentes para situações como reformas de cozinha.

 

Nesse texto, vamos tentar responder uma pergunta que muitos fazem: “Quais os materiais de revestimento mais baratos, porém com qualidade, para cozinhas?”. 

 

Fizemos uma lista de 7 itens de materiais, destacando suas qualidades e as possibilidades que isso traz para as propostas de decoração. Confira.

 

#1 Madeira

 

Vamos começar esse texto falando sobre como podemos explorar mais econômica e conscientemente a madeira nas decorações de cozinha. 

 

Atualmente, esse é o material mais utilizado para a fabricação de gabinetes de balcões e armários aéreos – sobretudo para aglomerados. Mas a madeira também pode ser utilizada em outros pontos deste ambiente. 

 

O que acontece é que a madeira natural é um dos materiais mais nobres existentes. E definitivamente não devemos incentivar a ideia da utilização da madeira natural de forma discriminada, principalmente sabendo de como a sua extração pode ser realizada. 

 

Podemos então pensar nas peças que utilizam o mínimo de madeira ou são feitas com outros materiais que imitam madeira. Hoje já é possível utilizar finas lâminas de madeira ou vinílicos como pisos.

 

E para citar outra solução bem em conta – e até incomum -, podemos pensar na madeira como revestimento para as bancadas da cozinha também. Sim, isto pode dar certo, com o devido tratamento e a impermeabilização das peças. Mas, neste caso, podemos considerar a possibilidade de utilizar uma madeira nobre de demolição. 

 

Essa é uma solução muito positiva para o meio ambiente – fora que deixa as decorações de cozinhas bem estilosas.

 

 

#2 Pedras sintéticas

 

Cores de texturas das pedras naturais sempre fizeram parte das decorações de cozinhas modernas. Mas, infelizmente, a sua exploração também não é sempre muito positiva. 

 

Também, nos últimos tempos, os pesquisadores se empenharam em encontrar novas alternativas de revestimentos, mais resistentes e igualmente bonitos. E agora nós temos as lindas opções de pedras sintéticas.

 

Para começar, devemos citar as placas de corian, que é um tipo de material sintético e bastante sólido e não poroso, feito de resina acrílica e minerais.

 

Com ele, é possível se fazer superfícies de aspecto homogêneo, muito bonitas. Talvez só não tão bonitas quanto as bancadas feitas de silestone. E este é um tipo de material industrializado com abundante quantidade de quartzo natural misturado à resina acrílica, e uma grande gama de cores.

 

 

#3 Adesivo ou papel de parede

 

Uma forma bem simples e rápida de personalizar decorações é através das películas adesivadas. Nem sempre elas dão certo em decorações de cozinha. Materiais assim não são indicados para áreas próximas de pia ou de fogão, por exemplo. 

 

Contudo, existem muitas outras paredes a serem exploradas nesse tipo de ambiente. E é nessas paredes que podemos ir além com a nossa criatividade, personalizando cenário com figuras divertidas.

 

Observe os dois exemplos a seguir. Essas imagens mostram cozinhas que tiveram áreas customizadas com adesivos ou papéis de parede. 

 

Nelas, são mostradas duas linhas de pensamento de decoração: usar figuras para enfatizar a funcionalidade ou para alegrar e enfatizar o estilo do cômodo. E o melhor, são opções relativamente baratas de revestimentos. Uma boa ideia para decoração da sua cozinha, quem sabe?.

 

 

#4 Tintas

 

Neste tópico destacamos mais uma opção de material para personalizar zonas de cozinha longe de pias e fogões. Em uma área mais afastada, podemos criar uma linda parede de recados. 

 

Essa parede pode também ajudar a incentivar a família a trocar meus momentos recheados de mensagens de amor. E esse tipo de parede também está em alta para decorações de cozinhas, sendo feita com a utilização de tinta lousa e giz de cera.

 

 

#5 Tijolinho ou falso tijolinho

 

Materiais que possam acumular poeira são raramente indicados para decoração de cozinha por questões objetivas. Mas, sim, tijolinhos também vêm sendo bastante utilizados nas diversas propostas de interiores. 

 

Para cozinhas, a experiência poderia das peças as plaquetas fossem envernizadas. Outra opção, mais fácil de limpar e capaz de criar um efeito visual quase similar, seria a das pastilhas cerâmicas que imitam tijolinhos.

 

O legal das pastilhas é que precisam de menos massa colante para serem fixas às paredes. Elas também ocupariam menos espaço por serem menos profundas. E também seriam mais leves, sobrecarregando menos as estruturas de paredes dos imóveis decorados. 

 

Melhor que isso, a única alternativa que teríamos seriam as placas decorativas de PVC, que hoje são oferecidas no mercado em vários desenhos simulando o efeito 3D.

 

 

#6 Gesso

 

Certamente você deve pensar que o gesso não deveria entrar nessa lista por se tratar de um material não muito barato para construção civil. Por outro lado, vale pensar porque tantas construtoras investem nas estruturas de gesso acartonado para dividir ambientes. 

 

É porque os benefícios oferecidos em troca compensam. Com sistema de gesso acartonado nós podemos construir vários elementos decorativos diferentes.

 

Em ambientes de cozinha, é comum vermos este material sendo utilizado como rebaixo de forro. Porém, a criatividade dos projetistas pode ir além. 

 

Seria possível também construir divisórias com nichos embutidos – de fundo aberto ou fechado  – para separar estrategicamente cozinhas e salas integradas ou cozinhas de espaços de hall de entrada. E este tipo de estrutura ainda permitiria instalar luzes embutidas. Um charme só.

 

 

#7 Cimento aparente

 

Diante de tudo que relatamos nos parágrafos anteriores, você já deve estar bem convencido de que os ambientes de cozinha não precisam ser totalmente revestidos de azulejos. 

 

Sim, é importante proteger as paredes em zonas de áreas molhadas. Por questão de proteção e também higiene, deve-se considerar revestir a parede atrás do fogão – algo que pode ser feito com placas de vidro, pedras ou inox. 

 

Mas quanto às outras paredes? Bem, já falamos em tintas, tijolinhos e madeira. E agora está na hora de falar de uma opção que vale para paredes, pisos e bancadas, sendo o cimento. 

 

Talvez essa seja a alternativa mais em conta atualmente para construção e reforma de cozinhas. Podemos moldar superfícies em concreto. 

 

Podemos pigmentar massas de cimento. E também podemos deixar então aparente e cobrir com uma camada de resina impermeabilizante transparente. Essa estratégia está sendo bastante utilizada nas propostas atuais e é cada vez mais considerada uma tendência para moda casa.

 

Então, gostou de algumas das opções que trouxemos neste texto? Por que não experimenta em sua cozinha?

 

 

Essas dicas para a reforma da cozinha foram criadas pela equipe Viva Decora.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de economizar com material de construção em obras
Por Viva Decora
Morar sozinho: gastos que você não pode abrir mão
Por Equipe Organizze
Objetos de decoração: 6 itens baratos para compor ambientes
Por Equipe Organizze
5 passos para traçar metas de economia
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).