Será que programas de fidelidade valem a pena?

Escrito por:

Os programas de fidelidade se multiplicaram no mercado brasileiro e já fazem parte da rotina do consumidor. Segundo o portal Finanças Femininas, hoje são mais de 72 milhões de cadastros nas cinco maiores empresas do setor (dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)).

 

Mas, será que esses programas valem mesmo a pena? Sim, mas depende. Você conhece o programa? É válido pro seu estilo de vida?

 

Veja 3 pontos interessantes:

 

1. Fique de olho no regulamento

Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), é extremamente importante que o consumidor leia o contrato de adesão ao ingressar no programa. Cada um deles tem as suas restrições e as condições de utilização dos pontos devem ser compreendidas com clareza. É importante, por exemplo, entender se é possível usar milhas para passagens de fins de semana e qual é o valor mínimo a ser acumulado para resgatar os benefícios. Lembre-se sempre que os programas de fidelidade também devem obedecer ao Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

2. Consuma com cuidado

Os programas de fidelidade envolvem uma relação de consumo básica: quanto mais você consome, mais pontos acumula. Por isso, é bom não se empolgar. É preciso ficar atenta para não se complicar com os valores a serem pagos. A taxa de juros do cartão de crédito, por exemplo, com certeza não compensará os pontos acumulados no programa. O Idec recomenda muita atenção para evitar o endividamento e a inadimplência: o controle financeiro deve ser sempre a principal preocupação da consumidora.

 

3. Avalie se as taxas compensam

É importante avaliar se taxas de administração e, no caso dos programas associados ao uso de cartão de crédito, a anuidade cobrada compensam o benefício oferecido. Cartões de crédito com status superior oferecem melhores condições de trocas de milhas, por exemplo, mas o valor da anuidade também é maior. É importante fazer as contas e analisar se essa troca vale a pena para você.

 

Pesquise, leia, não tenha “preguiça” de cuidar das suas finanças. Para ver mais pontos importantes, clique no botão abaixo.

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como fazer a portabilidade de crédito?
Por Equipe Organizze
Registrar, organizar e planejar: a tríade do sucesso financeiro
Por Tiago Trespach Marques
Cuidados para evitar os golpes financeiros comuns do empréstimo pessoal
Por Equipe Organizze
Pix: entenda o passo a passo de como o sistema funciona
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).