Uber vs Carro próprio: qual o mais econômico?

Escrito por:

O sonho de ter um carro tem se transformado muito nos últimos anos. Os valores mais altos, as dificuldades de financiamento, as crises econômicas e outras situações cotidianas, fazem as pessoas pensarem muito antes de se decidir pela compra. E com calculadora na mão, elas incluem a possibilidade de utilizarem outras formas de transporte como alugar um carro para situações emergenciais ou utilizar um Uber.

 

E entre os custos de ambos, o melhor resultado dependerá muito do perfil de quem utilizará um ou outro, diante das necessidades de transporte cotidianas e das distancias percorridas. O fato é que a diferença pode ser muito vantajosa tanto para o bolso quanto para a mente.

 

Carro x Uber, quem sai ganhando?

 

Embora cada família tem um tipo de custo diferente sobre transporte, ele precisa entrar no orçamento para que seja identificado o tamanho da fatia que deveria ser direcionada a ele e qual é a da prática. Essa análise é tão ampla, que pode responder também sobre morar perto do trabalho e gastar mais com aluguel e menos com o transporte. Em muitos casos, a recompensa é maior qualidade de vida e até economia.

 

O custo para se ter um carro não é apenas na sua aquisição, mas é preciso avaliar e colocar no papel os valores de manutenção, impostos, seguro, estacionamento, multas e combustível. Há ainda a depreciação do carro anualmente, que acaba perdendo o seu valor de compra. É preciso avaliar as perdas financeiras que ter um carro pode proporcionar e a falta de ganhos em investimentos que esse dinheiro poderia gerar.

 

Já o custo do Uber é avaliado de acordo com as principais distâncias percorridas e a facilidade em adquirir o serviço. Com a possibilidade de escolher a qualidade do carro desejado, agendar viagens e ter um valor mais competitivo que da maioria dos táxis, ele vem sendo uma opção cada vez mais requisitada.

 

Mas independente da qualidade do transporte, é fundamental saber a distância e a quantidade de vezes onde o carro ou o Uber seriam utilizados. Quando a quilometragem diária for alta, ter um carro é mais vantajoso já que o Uber cobra pelo percurso. Mas em pequenas distâncias e trajetos eventuais, é indiscutível o benefício desse tipo de transportes.

 

Com simulações comparativas sobre as duas opções de transportes, é possível tomar uma decisão mais acertada e econômica. Mas não se baseie apenas nas finanças, há também o fator necessidade como ponto de avaliação.

 

Ter um carro pode ser vantajoso?

 

Para quem precisa diariamente de um carro para trabalhar, além da necessidade de ter o veículo sempre disponível e acessível, sem dúvida o custo de se manter o carro compensa.

 

Ter um carro é possuir mais liberdade, comodidade e flexibilidade de ir e vir, sem depender de terceiros para isso. Uma autonomia importante para quem está sempre em trânsito. Mas não são só os custos que devem ser avaliados, mas há fatores como estresse e habilidade na direção que podem ajudar na escolha.

 

O transito das grandes cidades está cada vez pior, com engarrafamentos constantes e que não se resumem apenas nos horários de pico. É preciso ter cautela e equilíbrio para conseguir sobreviver a ele, sem se envolver no estresse quase inevitável dos carros parados, das buzinas e do horário apertado.

 

É preciso também ter muita habilidade no volante para não se envolver em acidentes e fatalidades. Dirigir requer uma atenção redobrada sobre cada detalhe.

 

Quando o carro serve somente para passeios de fim de semana, salvo não haver alguém na família com necessidades especiais, ele pode ser totalmente substituído. Nesse ritmo, os passeios acabam saindo extremamente caros quando se coloca na conta todos os valores inerentes a ter um carro.

 

Uber e a economia

 

O Uber é uma opção que veio revolucionar os transportes das grandes cidades, oferecendo um serviço diferenciado e com um valor reduzido. Sua comodidade tem atraído cada vez mais adeptos, principalmente para pequenas viagens onde os valores são muito compensadores.

 

Quando a viagem é de curta a média distância e são preenchidos todos os espaços de passageiros, a viagem pode sair mais barata que a de um transporte público no total de pessoas. Mas é preciso ter cuidado com as tarifas dinâmicas, que acontecem quando o volume de passageiros interessados é maior do que a de carros e os valores podem ser ainda maiores que de táxi.

 

Mas de um modo geral, ser transportado por um carro confortável e com alguns mimos como balinhas e água, é muito sedutor. Os carros do Uber podem ser chamados pelo aplicativo, que inclusive permite o agendamento de viagens, ajudando a quem tem compromissos datados.

 

O Uber apresenta três opções aos clientes: o Uber Pool, que é uma espécie de carona organizada onde uma viagem pode ser dividida entre outras pessoas; o Uberx que é o mais comum; e o Uber Black, com carros mais novos e de alto luxo, em geral com motoristas bilíngues.

 

Optar pelo Uber não é só uma economia financeira quando comparada ao carro, mas ganho de tempo. Enquanto o motorista segue viagem, no banco de passageiro muitas coisas podem ser resolvidas pelo telefone e internet.

 

A economia passo a passo

 

Quando se faz a opção de vender o carro, além do valor que pode ser investido em aplicações financeiras, é possível conseguir uma renda extra alugando a vaga na garagem para quem mora em apartamento. O valor pode ser comparado ao do condomínio e amenizar as contas mensais.

 

Outra economia é no pagamento do seguro, que mesmo com uma baixa no valor comparado aos anos anteriores, eles ainda continuam altos. É analisado vários fatores para chegar ao preço certo, como local onde é estacionado, modelo do carro e até características do condutor. O valor médio anual de um Chevrolet Ônix, por exemplo, é de R$ 1.700,00 anual. O de um Hyundai HB20 sai por R$ 2.100,00 e de um Ford KA sai por R$ 1.500,00.

 

Selecionamos abaixo uma tabela de custos por quilometragem, para ajudar na avaliação entre carro próprio e Uber, porém o valor do carro não inclui manutenção, combustível e outros custos:

 

Custos diários de até 5 quilômetros de casa ao trabalho, ida e volta:

 

– Carro financiado R$ 15,00

– Uber R$ 25,00

– Táxi Comum R$ 35,00

– Ônibus R$ 7,60

 

Custos diários de até 10 quilômetros de casa ao trabalho, ida e volta:

 

– Carro financiado R$ 26,00

– Uber R$ 47,00

– Táxi Comum R$ 64,00

– Ônibus R$ 7,60

 

Custos diários de até 15 quilômetros de casa ao trabalho, ida e volta:

 

– Carro financiado R$ 39,00

– Uber R$ 70,00

– Taxi Comum R$ 91,50

– Ônibus R$ 7,60

 

E aí, no seu caso qual meio de transporte seria mais vantajoso? Conta pra gente nos comentários!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como suas emoções afetam seu bolso
Por Ana Cláudia Inez
8 youtubers que vão lhe ajudar a cuidar do seu dinheiro
Por Equipe Organizze
7 hábitos saudáveis que ajudam sua vida financeira
Por Equipe Organizze
Quer ficar rico? Descubra e pratique os 4P`s da riqueza
Por Equipe Organizze
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).