Como investir em ações?

Escrito por:

A valorização das ações negociados na bolsa de valores de São Paulo entre 2016 e 2018 gerou grande interesse nos investidores de conhecer este investimento. E perguntas como: O que são ações? Como faço para investir? Qual é o retorno deste investimento? Ficaram recorrentes na mídia e redes sociais. E o que não faltou foram respostas para estas perguntas, as quais vão desde análise gráfica até a análise de notícias.

 

Todavia, poucos explicam qual a verdadeira função das ações dentro do seu portfólio de investimentos e qual é o real retorno que uma ação gera para os seus investidores. Antes de começar a discorrer sobre o assunto, precisamos lembrar que uma ação é a menor parte de uma empresa. Sendo assim podemos comparar o investimento em ações com qualquer outro tipo de empreendimento.

 

Assim sendo, vamos supor que um amigo abra uma padaria, e com o tempo a padaria comece a fazer sucesso no bairro gerando uma ótima rentabilidade. Entusiasmado com o negócio, seu amigo lhe convida para ser sócio na abertura de uma filial. Você, sabendo do sucesso dele, resolve aceitar a proposta, mas lhe explica que seus conhecimentos nesta área são poucos e prefere ficar de fora da administração do negócio, participando do novo empreendimento apenas com o capital financeiro. Em contrapartida você teria direito a uma participação nos lucros. Seu amigo aceita a oferta.

 

A partir deste momento você terá as seguintes preocupações: se o negócio continua indo bem, se seu amigo está administrando bem o negócio e qual é a sua parte no lucro. Você provavelmente não sentirá a necessidade de ficar pensando se a padaria está se valorizando ou desvalorizando no caso de uma possível venda.

 

Este mesmo sentimento deveria acontecer com os investidores quando compram ações. A sua maior preocupação deveria ser sobre a situação da empresa em que está investindo, ao invés de ficar avaliando se a cotação da ação está se valorizando ou desvalorizando. Pelo mesmo motivo, o ideal é investir em ações um recurso financeiro que você não irá precisar no curto prazo, pois, como citado no exemplo da padaria, você não investe em uma empresa hoje já pensando em vender amanhã porque precisa do dinheiro.

 

E aqui não quero defender a ideia que não se ganha dinheiro com a valorização da ação, mas que este tipo de preocupação é do especulador e não do investidor. O verdadeiro retorno proporcionado pelas ações para o investidor será através do crescimento da empresa e/ou através da distribuição de dividendos.

 

Forte abraço a todos. Até mês que vem.

 

*Luiz Roberto é um administrador apaixonado por finanças que desde 2014 expõe suas ideias através do blog Dificuldade Financeira. O projeto cresceu e em 2016 iniciou sua carreira como instrutor na Udemy.com publicando cursos sobre finanças pessoais.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Fim do Ciclo de Alta na Bolsa de Valores?
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
5 erros para você não cometer ao investir na Bolsa de Valores
Por Tiago Trespach Marques
4 dicas infalíveis para investir o seu dinheiro
Por Meu Patrimônio
Registrar, organizar e planejar: a tríade do sucesso financeiro
Por Tiago Trespach Marques
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).