Comprar à vista é realmente mais vantajoso?

Escrito por:

Utilizar o cartão de crédito no dia a dia e parcelar as compras mais caras é um hábito da maior parte dos brasileiros. Mas, apesar de ser uma ferramenta bastante interessante se usada com cuidado, o cartão de crédito utilizado com descontrole – juntamente com a falta de organização financeira – pode levar muita gente a contrair dívidas e cair na armadilha dos altos juros do rotativo do cartão.

 

Por conta desta situação, não é incomum encontrar especialistas e educadores financeiros sugerindo aos consumidores fazerem sempre compras à vista, sem entrar no parcelamento. Será, no entanto, que comprar à vista é realmente mais vantajoso em qualquer situação?

 

No artigo de hoje, você descobrirá se vale mesmo a pena comprar apenas à vista e conhecerá as principais vantagens e desvantagens do uso do cartão de crédito e do dinheiro em espécie no seu dia a dia. Acompanhe!

 

As compras à vista

 

Quando se defende o ato de comprar à vista está se defendendo, principalmente, o benefício de adquirir determinado produto ou serviço sem fazer novas dívidas ou comprometer a renda nos meses subsequentes à compra. E é exatamente por conta deste detalhe que muitos especialistas e educadores sugerem o pagamento sempre à vista.

 

Além disso, é preciso se atentar sempre ao fato de que, infelizmente, boa parte dos brasileiros não tem o hábito de organizar e planejar as finanças e, como consequência, acabam tendo chances muito maiores de se endividar graças ao uso desenfreado do cartão de crédito e de outras formas de crédito, como o carnê.

 

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do SPC Brasil no mês de novembro de 2018 indicou que mais de 62,9 milhões de pessoas estavam inadimplentes no país. E o maior responsável por boa parte destas dívidas foi, justamente, o cartão de crédito.

 

É este cenário de inadimplência e falta de controle financeiro que reforça a indicação de comprar à vista sempre que possível – mesmo que com o cartão de crédito, desde que você tenha o valor disponível em conta para o pagamento da compra.

 

O dinheiro em espécie

 

Se adquirir um produto ou serviço à vista com cartão de crédito ou débito não for uma opção, o dinheiro em espécie pode lhe garantir bons descontos na hora da compra. Isso porque é bastante comum encontrar lojas e estabelecimentos diversos que concedem desconto aos consumidores que efetuarem o pagamento com dinheiro.

 

Quando se utiliza o dinheiro em espécie como forma de pagamento, os estabelecimentos deixam de pagar taxas inerentes ao uso de cartões, e acabam repassando esse desconto para o consumidor.

 

Por isso, ao comprar um produto ou serviço à vista, verifique sempre com o estabelecimento se o mesmo oferece descontos para pagamento em dinheiro. Você pode economizar uma boa grana utilizando esta forma de pagamento e ainda evita o endividamento.

 

As compras parceladas

 

Queridinhas dos brasileiros, as compras parceladas permitem ao consumidor alavancar suas compras, adquirindo produtos e serviços mais caros e diluindo os pagamentos ao longo dos meses. Atualmente, inclusive, estes pagamentos acabam não tendo a incidência de juros adicionais para determinado número de parcelas – o que deixam as compras parceladas ainda mais tentadoras.

 

Apesar destas vantagens, comprar parcelado pode ser uma péssima escolha para boa parte da população. Como já falamos, o brasileiro não tem o hábito de organizar e controlar suas finanças e, por isso, acaba comprando mais do que deve e caindo nos juros rotativos do cartão de crédito.

 

Quando isso acontece, a dívida começa sofrer incidência de juros altíssimos – cerca de 300% ao ano – e se torna uma bola de neve em poucos meses, dificultando o pagamento do valor em atraso pelo consumidor. Para evitar esta situação, sugere-se sempre o pagamento à vista em qualquer situação, fugindo da alavancagem e evitando comprometer sua renda mensal com o pagamento de uma compra parcelada.

 

As desvantagens do cartão de crédito

 

Agora que você já sabe que o cartão de crédito é o principal vilão quando o assunto é endividamento dos brasileiros, fica mais fácil entender as principais desvantagens deste método de pagamento. A alavancagem na hora das compras e o comprometimento do fluxo de dinheiro ao longo dos meses, no entanto, não são as únicas desvantagens do cartão de crédito.

 

Muitos cartões de crédito, por exemplo, possuem anuidade. Alguns deles, inclusive, têm taxas anuais altíssimas, que podem fazer diferença no orçamento de muita gente e gerar endividamento.

 

Outros cartões, por outro lado, optam por cobrar uma taxa mensal a cada mês que o cartão é utilizado. Dependendo da taxa e da remuneração mensal do consumidor, no entanto, esta cobrança pode inibir o uso do cartão de crédito no dia a dia.

 

Não dar atenção a estas taxas pode fazer o consumidor comprometer seu orçamento e ter dificuldades financeiras – principalmente se o usuário não tiver o hábito de controlar e organizar suas finanças.

 

Ter um cartão de crédito com alto limite disponível também pode aumentar as chances de o consumidor fazer compras por impulso e gastar muito mais do que poderia. O cartão de crédito, portanto, pode ser uma péssima forma de pagamento para quem não tem controle e organização financeira.

 

Os benefícios do cartão de crédito

 

Se utilizado corretamente, no entanto, o cartão de crédito pode ser um ótimo aliado do consumidor. Em situações nas quais não há desconto para pagamento à vista, por exemplo, o parcelamento sem juros pode ser uma opção interessante – desde que haja um controle financeiro mensal por parte do consumidor.

 

Além disso, muitos cartões de crédito permitem ao usuário acumular pontos e trocá-los por recompensas, como passagens aéreas, itens diversos ou até mesmo experiências em restaurantes e hotéis.  Estes pontos podem ser obtidos tanto para compras parceladas quanto para compras à vista – o que pode ser uma boa notícia para aqueles que costumam manter as finanças sempre em dia.

 

Para quem tem bons hábitos financeiros, portanto, utilizar o cartão de crédito para despesas do dia a dia – seja pagando à vista ou à prazo – pode resultar em grande economia devido ao programa de pontos. É possível, ainda, concentrar os gastos mensais no cartão de crédito e potencializar o acúmulo de pontos.

 

Estas dicas, no entanto, servem apenas para quem sabe utilizar com saúde e consciência o cartão de crédito. Lembre-se que pagar juros do rotativo do cartão e comprometer sua renda mensal com compras parceladas – resultando, muitas vezes, no atraso de outros compromissos mensais – sempre anularão qualquer eventual benefício que o cartão de crédito poderá lhe oferecer.

 

E você, costuma fazer compras à vista ou à prazo? Qual é sua relação com o cartão de crédito? Deixe seu comentário e compartilhe suas experiências conosco!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como descobrir o limite para compras parceladas do cartão de crédito?
Por Equipe Organizze
Como lidar com adolescentes consumistas?
Por Equipe Organizze
7 dicas para viajar (e economizar) na alta temporada
Por Luana Biral
Como escolher o melhor cartão de crédito?
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).