Fuja da poupança, já! LCI e LCA

Escrito por: - Publicado em: 01/04/2016

Com o aumento da Taxa Selic, a Poupança se tornou um Investimento nada atrativo, pois oferece rendimentos de 6% a.a. + TR, rentabilidade inferior a Inflação atual, hoje em torno de 9% a.a. Neste cenário o recurso lá aplicado sofre desvalorização e perda do poder de compra. Para que isso não aconteça com você, sugiro a utilização de outros produtos de investimento.

 

Aqui, você verá algumas opções para diversificar seus investimentos e obter ganhos maiores, tudo de forma simples, com o objetivo de facilitar o entendimento.

 

Para iniciar, iremos falar sobre as Letras de Crédito Imobiliário e de Agronegócios (LCI e LCA), ideal para os investidores que querem um retorno acima da poupança e não gostam de correr ricos, afinal, são títulos de renda fixa e tem a vantagem de serem isentos de imposto de renda.

 

Apesar de serem semelhantes, o que diferencia a LCI da LCA é onde a Instituição que você irá investir suas economias usará esse recurso. Lembre-se do conceito, nas LCI/LCA você estará “emprestando” seu dinheiro para que o Banco possa oferecer este mesmo recurso para clientes que precisem contratar financiamentos do tipo imobiliários/rurais e em troca ele te oferecerá o retorno do percentual de um índice, o CDI. Chamamos esse percentual de indexador, e veja bem, quanto mais você investir, maior será seu poder para negociar este percentual. Como funciona esta conexão entre você, Banco e o tomador de crédito:

 

AGENTE SUPERAVITÁRIO (INVESTIDOR) – BANCO – AGENTE DEFICITÁRIO 

 

 

Você também poderá escolher em usar esse investimento pré ou pós-fixado. No caso das LCI pré-fixadas, o investidor fica sabendo no momento da aplicação qual será seu rendimento, independentemente da oscilação do CDI no período.
Para saber qual escolher, use a regra a seguir:

 

-Taxa básica de juros alta, prefira pré-fixado (garante sua remuneração em uma queda da taxa).

 

-Taxa básica de juros em baixa, prefira pós-fixado (te dá a possibilidade de um ganho maior com uma possível alta).
Uma outra vantagem é a garantia e que aumenta a segurança é a garantia deste investimento pelo FGC. Significa que se o Banco que você investiu o recurso não tenha “dinheiro para te pagar” (a grosso modo que vá à falência), o Fundo Garantidor de Crédito te oferece a garantia no limite de R$ 250.000,00 por CPF para compensação de prejuízo.

 

Gostou da opção? Quer potencializar este Investimento?

 

Geralmente Bancos de menor porte tendem a remunerar melhor estes investimentos, devido a menor quantidade de clientes e menor fluxo de aplicações, porém fique alerta, faça análises de riscos no momento da aplicação. Uma dica é utilizar mais de uma instituição e estar atualizado sobre a posição financeira dela, para assim diminuir o risco envolvido. A palavra-chave em investimentos é Diversificação, por isso lembre-se da frase: “nunca concentre todos os ovos em uma única cesta”.

 

Descubra como utilizar este produto de investimento:

 

1) Escolha uma instituição autorizada

Os bancos geralmente vendem estes títulos emitidos pela própria instituição. Já muitas corretoras distribuem títulos de vários bancos – então a chance de encontrar papéis mais rentáveis é maior.

 

2) Pesquise o tipo de título que vai comprar e sobre a instituição que irá investir.

 

Escolha se será pré-fixada ou pós-fixada, siga a regra citada acima. Compare e veja qual melhor se adéqua a suas necessidades e ao momento do mercado.

 

A principal desvantagem destes papéis é a falta de liquidez (disponibilidade imediata do recurso), afinal, ela tem prazo de carência e para ter acesso ao recurso é necessário aguardar seu vencimento, por isso antes de investir, análise qual o prazo você tem disponível e procure não concentrar 100% de seu dinheiro na mesma aplicação, afinal imprevistos acontecem e sempre é bom deixar uma parte de seus investimentos disponíveis para saques imediatos.

 

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como avaliar a rentabilidade dos investimentos
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Como investir no mercado de ações
Por Meu Patrimônio
Não coloque todos os ovos na mesma cesta
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Os 3 pilares dos investimentos
Por Meu Patrimônio
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).