O que fazer para ter uma velhice tranquila

Escrito por:

Deixar a vida te levar e esperar para ver no que vai dar definitivamente não é uma postura recomendada para quem deseja ter um futuro seguro e uma velhice tranquila. A partir do momento em que nascemos se inicia o processo de envelhecimento e todas as atitudes que tomamos e os fatores externos aos quais somos submetidos, podem influenciar na qualidade de vida que teremos quando atingirmos a terceira idade.

 

Ao contrário do que se prega por aí, a velhice não é uma fase limitada. Para muita gente, a terceira idade é o momento de aproveitar a vida sem se preocupar com trabalho ou filhos. É um ciclo diferente e ao mesmo tempo muito especial, pois se configura como uma excelente oportunidade para viver intensamente, com o benefício de ter uma experiência a mais para lidar com situações diversas.

 

Se você tomar as decisões corretas hoje, a sua velhice pode ser a fase mais prazerosa e tranquila da sua vida. Basta se planejar! Além disso, se você gosta do padrão de vida que possui hoje, deve já ficar de olho na aposentadoria para conseguir mantê-lo.

 

Quer saber o que fazer para envelhecer com segurança e reduzir as preocupação na terceira idade? Confira nossas dicas, aprenda a se organizar e não deixe para amanhã! Como bem afirma o provérbio grego: “o trabalho realizado na juventude traz o descanso da velhice”.

 

Comece a poupar o quanto antes

É essencial que as pessoas comecem a planejar a estabilidade financeira da velhice ainda na juventude, afinal, quanto antes o patrimônio pessoal começar a ser construído, maior será a probabilidade de se ter uma terceira idade confortável.

 

A formação e manutenção do patrimônio a longo prazo garante uma certa tranquilidade na fase em que as despesas com saúde aumentam. Poupar gradualmente também pode contribuir para que o idoso tenha acesso a entretenimento, turismo e bens de consumo que o façam se sentir mais feliz e seguro na terceira idade.

 

Não conte apenas com o dinheiro da previdência

Confiar apenas no sistema previdenciário como garantia de um futuro tranquilo pode resultar em frustração, já que a previdência apresenta perdas de 40% em média quando se trata de aposentadoria. Para se ter uma ideia, uma trabalhadora/contribuinte com 51 anos de idade, com salário de R$ 1.000,00 e 30 anos de contribuição, contará com uma redução de 47,4% em seu benefício, o que corresponderia a R$ 526,00. Mas como o INSS não pode pagar menos que um salário mínimo, a aposentadoria dessa trabalhadora seria de R$ 678,00. Diante de tamanha perda, é importante que as pessoas diversifiquem os investimentos e apliquem suas economias em outras fontes de renda, além da previdência.

 

Invista em patrimônio ativo

Bens imóveis adquiridos para arrendamento são tidos como patrimônios ativos, pois geram lucros contínuos. Em contrapartida, bens de consumo como carros são os chamados patrimônios passivos, pois os gastos com manutenção, combustível, impostos e seguro geram despesa. Sendo assim, quem busca segurança financeira na velhice, deve concentrar os esforços na ampliação de patrimônios ativos. Isso não significa que os automóveis não devem ser comprados, mas quer dizer que eles não devem corresponder à maior parte do seu patrimônio.

 

Utilize a poupança

A poupança é um investimento recomendável para quem busca uma velhice confortável. Se nos basearmos na rentabilidade de 0,5% ao mês, fica fácil estabelecer as metas futuras e calcular quanto você  deve acumular na poupança para receber a renda mensal desejada. Para encontrar esses valores, basta multiplicar quanto você deseja receber por mês x 200 (equivalente à divisão por 0,5%). O valor encontrado é o montante que o investidor deverá juntar ao longo da vida. Esse montante, por sua vez, garantirá a renda durante mais de 15 anos.

 

Ex: Se o investidor deseja receber R$ 2.000,00 por mês deverá poupar um montante de R$ 400.000,00. Se ele deseja receber R$ 5.000,00 deve juntar R$ 1.000.000,00 e assim por diante.

 

Boas práticas para ter uma vida financeira segura na velhice

Existem algumas dicas simples que podem garantir uma velhice tranquila, sem apertos financeiros. Conheça-as a seguir:

  • De acordo com o Serasa, pessoas com mais de 65 anos estão entre as mais endividadas do país. Não faça parte dessa estimativa e fuja do excesso de dívidas;
  • Tenha um orçamento mensal e não se esqueça de anotar todos os gastos;
  • Reserve parte da sua renda para o plano de saúde e remédios. A saúde é o seu maior patrimônio;
  • Lembre-se que a expectativa de vida dos brasileiros aumentou. Não deixe para começar a poupar amanhã;
  • Estabeleça metas e planeje a sua velhice;
  • Faça do compromisso com a poupança e com os outros investimentos uma dívida com você.

 

E aí, preparado para viver uma vida plena no futuro? Como você quer passar a velhice? Se a resposta for “de forma segura”, a melhor saída é começar a planejar e agir a partir de agora.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

3 dicas para casais melhorarem sua organização financeira
Por Equipe Organizze
Como investir seu 13º e fazer seu dinheiro render?
Por Ana Cláudia Inez
Como aproveitar a Black Friday sem se endividar
Por Equipe Organizze
8 dicas de gestão financeira para controlar os gastos do seu veículo
Por Luana Biral
Organizze
Experimente o poder de ter suas finanças sempre em ordem

Cadastre-se GRÁTIS no Organizze, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).